12/04/2013 - PRF apreende 32 quilos de pasta base de cocaína em Cáceres. A droga seria levada para o estado de Minas Gerais‏

PRF apreende aproximadamente 32 quilos de pasta base de cocaína na BR-174

 

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na manhã de hoje (11) aproximadamente 32,3 kg de pasta base de cocaína em Cáceres. A droga que seria levada para o estado de Minas Gerais foi apreendida em três ocorrências no km 05 da BR-174.

 

Policias que participam da Operação Sentinela realizavam trabalho de combate ao crime quando deram ordem de parada a um ônibus que seguia de Porto Velho/RO para São Paulo/SP. Ao revistarem o bagageiro inferior do veículo, eles encontraram uma mochila contendo 25 tabletes de pasta-base de cocaína embalados em bexigas coloridas, totalizando aproximadamente 25 quilos da droga. O dono da mochila, um pecuarista de 44 anos de idade, confessou que levaria a droga para Belo Horizonte/MG.

 

Os policiais ainda fiscalizavam o mesmo veículo, quando durante entrevista perceberam que um passageiro de apenas 17 anos estava bastante nervoso. Ao realizarem um revista pessoal no menor, e em um outro homem de 19 anos que o acompanhava, os policiais encontraram dois tabletes de pasta-base de cocaína escondidos nas roupas íntimas dos rapazes. O menor afirmou que os dois pacotes, que pesavam aproximadamente 500 gramas, eram dele e seriam vendidos na cidade de Uberlândia/MG. Ele disse também que o jovem de 19 anos estava custeando a viagem e receberia R$1.000,00 de comissão após a venda do entorpecente.

 

Ainda no mesmo local, no km 05 da BR-174, durante abordagem a um Fiat Uno, a PRF encontrou 6,3 quilos de pasta-base de cocaína escondidos no tanque de combustível do veículo. O condutor, um jovem de 23 anos, declarou que a droga era de sua propriedade e que a levaria para Uberlândia/MG, onde venderia cada quilograma por R$9.000,00.

As ocorrências foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis

 

Núcleo de Comunicação Social – Polícia Rodoviária Federal – Mato Grosso

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário