12/04/2015 - Secretário diz que infraestrutura de escolas é precária; reforma prevista

O secretário de Educação de Cuiabá, Gilberto Figueiredo, afirma que a principal demanda é a infraestrutura de unidades escolares, que se encontram em situações precárias. Segundo ele, o objetivo é entregar 14 unidades, entre escolas, creches, e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), reformados ainda este ano.

 

“Estamos acelerando este processo dentro do possível”, diz o secretário ao Rdnews.

 

Para este ano, a pasta de Educação obteve o segundo maior orçamento quando recebeu R$ 425,2 milhões. A secretaria ficou atrás apenas da Saúde, para onde foram destinados R$ 584,7 milhões. Conforme o secretário, do montante encaminhado à Educação, R$ 9 milhões são para as reformas destas unidades escolares. “Queremos ampliar os recursos de forma significativa”.

 

A maior parte do recurso é destinada para pagamentos da folha salarial dos servidores da pasta, que abriga cerca de oito mil funcionários. Destes, uma parcela é formada por professores. Com toda esta estrutura, a pasta é a maior, dentre as outras 16 secretarias da gestão do prefeito Mauro Mendes (PSB). O orçamento previsto para este ano é de R$ 1,9 bilhão.

 

Atualmente, a rede municipal de Educação atende mais de 49,8 mil alunos, na qual 17 mil na educação infantil; 31,2 mil no ensino fundamental; e 1,5 mil na educação de jovens e adultos (EJA). Além disso, existem os atendimentos de alunos por meio de convênios com as instituições filantrópicas. Neste caso, os estudantes estão matriculados nas 149 unidades educacionais.

 

 

 

Tarso Nunes

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário