12/04/2016 - Seduc dá formação para avaliar planos de educação em Confresa e São Félix

12/04/2016 - Seduc dá formação para avaliar planos de educação em Confresa e São Félix

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) e Ministério da Educação (MEC) iniciaram a formação dos avaliadores dos Planos Municipais de Educação. Mato Grosso é o primeiro estado a começar o encontro formativo sobre Monitoramento e Avaliação do Plano Municipal de Educação. Na oportunidade, avaliadores educacionais do MEC prestam assistência à instituição responsável pelo monitoramento das metas estabelecidas em cada plano, que pode ser uma secretaria, fórum, conselho ou comissão.

O secretário de Estado de Educação, Permínio Pinto, esclarece que o acompanhamento dos planos é uma ação fundamental para o alcance de metas da educação nos âmbitos municipal, estadual e federal. O gestor também observou a importância da vinculação dos Planos aos planejamentos orçamentários.

O intuito dos encontros é criar condições para que os municípios possam, com o apoio técnico da Seduc e MEC, aferir a efetividade do que foi planejado. Os avaliadores também devem assessorar cada localidade de acordo com os objetivos e ferramentas disponíveis apresentando metodologias para o acompanhamento.

Na próxima semana, entre os dias 11 e 14 de abril, os avaliadores estarão nos polos de Rondonópolis, Barra do Garças, Juína, Tangará da Serra e Cáceres, onde atenderão os municípios contemplados por essas regiões. Já entre 25 e 28 de abril, o encontro acontecerá nos polos de Diamantino, Confresa, Alta Floresta, Cuiabá e São Félix do Araguaia.

A agenda de monitoramento e avaliação prevê uma formação nos polos e um segundo evento ao final do ano. Em 2017, a primeira reunião nos polos terá como objetivo a formatação do Plano Plurianual (PPA) baseada nos respectivos Planos de Educação. E a cada ano o município fará um relatório de monitoramento das metas estabelecidas.

O Plano de Educação prevê o monitoramento constante e a avaliação periódica, tendo como base o calendário nacional, com a realização do balanço a cada quatro anos. A partir da avaliação é possível realizar um redimensionamento de metas ou política de educação.

 

 

Seduc-MT
Aline Coelho

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário