12/05/2012 - Juiz manda soltar suspeito de passar trote que mobilizou 70 policiais em MT

 

Suspeito dizia que assaltantes estavam fazendo reféns em prédio da capital.
Falso roubo mobilizou policiais do Bope e até helicóptero esta semana.

 

O autônomo Paulo Rodrigues Pereira, de 48 anos, suspeito de passar um trote na Polícia Militar no início da semana, em Cuiabá, foi solto na noite desta quinta-feira (10). O homem teria passado um trote que mobilizou mais de 70 policiais em um edifício comercial na Avenida Isaac Póvoas, no centro da cidade, na manhã de segunda-feira (7). Paulo Rodrigues nega ter cometido o crime.

Segundo a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), o homem estava detido desde terça-feira (8) no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antigo presídio do Carumbé, e conseguiu liberdade através da Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado. O despacho foi assinado pelo juiz José Arimatéa Neves Costa.

 

O juiz concedeu a liberdade ao suspeito por entender que não houve flagrante. No entanto, determinou algumas condições para que Paulo Pereira permaneça em liberdade, como não portar armas, não se embriagar, não frequentar bares e comunicar a Justiça caso mude de endereço. O suspeito também fica obrigado a comparecer à Justiça sempre que for intimado no processo.

 

De acordo com o comandante geral da PM, coronel Osmar Lino Farias, ao ser questionado o autônomo negou o crime. No entanto, a polícia diz que não tem dúvida que o autônomo é o 'campeão em trotes' na capital. Só neste ano, já teriam sido 30 ligações falsas.

 

Ainda de acordo com o comandante, o suspeito, que é morador do bairro Jardim Florianópolis, periferia de Cuiabá, já tem histórico de praticar esse tipo de delito. Em áudios divulgados pela polícia, o homem se passou por assaltante e dizia que mataria todos os reféns do falso roubo. Em outra gravação ele se passa por vítima e relatava o assalto com detalhes.

 

Tumulto
Ao registrar o suposto assalto, o coronel Farias informou que a polícia cercou o local após receber uma denúncia por meio do Ciosp. Para a ação, a polícia mobilizou equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) e até um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Durante todo o trabalho de atendimento e vistoria feito pelos policiais, a Avenida Isaac Póvoas permaneceu interditada, o que causou um congestionamento de aproximadamente dois quilômetros.

 

Do G1 MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário