12/05/2015 - Região Araguaia deve ser contemplada com pavimentação de rodovias

O governador Pedro Taques (PDT) afirmou, a oito prefeitos da região do Araguaia e do Norte do Estado,  que a pavimentação será ampliada e trechos não contemplados pelo MT Integrado devem estar no Pró-Estradas. Segundo Taques, a grande dificuldade neste momento é quanto ao grande volume de recursos que precisa ser alocado para a realização das obras. Entretanto, o governador se diz otimista e acredita que o entrave será superado. 

No encontro, o chefe do Poder Executivo também falou aos prefeitos e ao deputado estadual Baiano Filho (PMDB) sobre o novo projeto que o governo trabalha para a pavimentação e conservação das estradas. Segundo Taques, o programa terá forte apoio dos produtores rurais e dos consórcios municipais. 


Taques afirmou que esteve em Brasília, na semana passada, na tentativa de destravar os recursos do programa MT Integrado e Pró Concreto. Ambos agora fazem parte do Pró-Estradas. “Esse novo programa abrange também a conservação das nossas estradas, precisamos destravar esses recursos rapidamente”, disse, por meio da assessoria. 

O governador também ressaltou que vai aos Estados Unidos na próxima semana. O chefe do Executivo deve buscar junto a fundos e investidores, recursos para investir em Mato Grosso. Uma das áreas que devem ser contempladas será a infraestrutura logística. “Vamos buscar dinheiro novo para ajudar a solucionar o nosso problema” destacou. 

Além disso, Taques anunciou que está sendo feito um balanço dos bens do Estado e o Governo vai agir com mais rigor para cobrar os R$ 14 bilhões da dívida ativa. “Dinheiro novo que ainda não estão comprometidos com nada. Num momento de crise nós precisamos fazer”, afirma. 

Baiano Filho ressaltou que acredita que o governador vai conseguir destravar os recursos e investir em infraestrutura. Para ele, Taques está no caminho certo ao buscar caminhos para solucionar o problema que afeta o crescimento de Mato Grosso. 

Estiveram na reunião os prefeitos Leuzipe Domingues (Alto Boa Vista); Gaspar Lazari (Confresa); Gilmar Wentz (Querência); Fausto Azambuja (Luciara); José Antônio de Almeida (São Felix do Araguaia); Luiz Henrique do Amaral (Cocalhinho); Raquel Campos Coelho (São José do Xingu) e Arnóbio Vieira de Andrade (Marcelândia).

 

 

 

De Sinop - Alexandre Alves / Com Assessoria

Comentários

Data: 14/05/2015

De: novo santo antonio-mt

Assunto: tudo que não presta para aqui

nossa escola vai cada dia a pior, cada professor que temos que atura e aguenta, esse seu jesse e familia (puxa saco), e um pecimo professor, fica sempre elogiando ele mesmo, falando mau dos professores em sala de aula, e nois alunos somos aguentado e assistir aula desse nojento,indecente que fica dando em cima de nois alunas, ja chega eduardo voce tem que toma providencia sobre esse velho nojento,insuportavel.
fora familia jesse e esse bando de puxa saco.

Novo comentário