12/06/2011 - 10h:00 Colisão entre duas aeronaves mata dois no Pantanal

 O pecuarista João Geraldo Rodrigues, de 65 anos, e o piloto de avião Dejani Machado de Oliveira, 35 anos, morreram após o avião experimental em que voavam ser tocado por outra aeronave, um Cessna 206, para, supostamente, os tripulantes deste, tirar fotos de João e Dejani. O acidente aéreo foi na sexta-feira, á tarde, na Fazenda Piquiri – que fica situada entre as divisas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.


Segundo o delegado Jeferson Rosa Dias, Dejani estava pilotando a aeronave, em treinamento para conseguir a licença e pilotar aviões agrícolas. João – piloto com brevê há 43 anos - era o instrutor. A queda teria acontecido porque o avião experimental teria tocado na hélice do Cessna.

A aeronave com João e Dejani caiu e pegou fogo, carbonizando-os. Já o Cessna, mesmo com danos na asa, conseguiu pousar no meio de um matagal e os ocupantes tiveram ferimentos. Os dois aviões estavam se dirigindo à fazenda Santa Lúcia para o encontro anual de aviadores.

“O acidente aconteceu por volta das 16 horas e o piloto do Cessna, a cavalo, só conseguiu chegar em outra fazenda às 23h”, relatou, ao Olhar Direto, uma testemunha que estava na Santa Lúcia.

Os corpos foram encontrados na manhã deste sábado. Como o sobrevivente chegou muito tarde à fazenda, as buscas só se iniciaram pela manhã seguinte. Os corpos foram transladados para Corumbá e posteriormente Campo Grande. A Força Aérea Brasileira (FAB) vai abrir um inquérito para investigar o acidente. 

 

Da Redação - Lucas Bólico

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário