12/06/2012 - Empresário de Mato Grosso sofre acidente em Goiás e dois morrem

Duas pessoas morreram num trágico acidente, domingo (10), com a família de um empresário de Mato Grosso na BR-070, em Jussara-GO (200 km de Barra do Garças). A família do comerciante Mazu Oliveira, proprietário da Auto Peças União, estava retornando de Goiânia quando foi atingida por outro veículo próximo ao trevo da cidade goiana.  

A esposa do comerciante, Simone Francelina Maia (que era funcionária da Friboi), e a sogra Vanda Francelina Maia morreram. Os filhos de Mazu: Nicolas, 11 anos, e Artur, 12, sobreviveram à colisão. A família estava num Chevrolet Prisma que foi atingido por um VW Gol conduzido por Tiago, morador de Jussara. Segundo a polícia, o Gol rodou na pista e acertou, além do Prisma, um Corsa que vinha no sentido contrário.  

Os corpos de Simone e Vanda foram levados para IML em Goiás Velho e depois Goiânia; serão velados em Aragarças-GO onde mora a família de Simone. 
 
Nessa mesma rodovia, no distrito de Ponte Alta-GO, semana passada, dois motociclistas faleceram após uma colisão rara de moto com moto: Carlos Campos Assunção, 46, e Júlio César da Silva Mendonça, 26. 

As BRs 070 e 158, na divisa de MT e GO, registraram oito óbitos na semana passada. E mais três foram registrados neste final de semana, subindo para 11 o número de mortes provocadas por causa do trânsito. 

Segunda-feira (04), uma colisão entre um caminhão de mudança e uma carreta de gado em Água Boa, matou Adelar Pimmel, conhecido por Gauchinho e a dona da mudança, Sandra Marques Ferreira. 

Na avenida Ministro João Alberto, morreram a cabeleireira Lusirene Oliveira Lima, 42, esmagada por uma carreta, após deslizar de moto em cascalho solto na pista e José Edmilson que estava de moto morreu ao bater num carro. 
 
A funcionária da Viação Xavante, Neli Mourão Borges, 53 anos, entrou para estatística, após não resistir aos ferimentos por causa de uma saída de pista e capotamento do ônibus da Viação Xavante, dia 15/05. 

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário