12/06/2015 - Índios Karajás de Santa Terezinha realizaram encontro com Padre Paulo

12/06/2015 - Índios Karajás de Santa Terezinha realizaram encontro com Padre Paulo

O encontro foi realizado neste dia 10 de junho pela manhã no prédio da delegacia da Polícia Militar em Santa Terezinha. Estavam presentes o Chefe do Posto da SEMA de Vila Rica, Sérgio e agentes, o Comandante regional da Polícia Militar de Vila Rica, o Chefe da FUNAI de Santa Terezinha professor Edivaldinho, o Delegado Regional de Vila Rica, Os caciques Karajás das aldeias Macaúba, Utoria, Ibutuna e São João e alguns índios, alguns vereadores e o Padre de Santa Terezinha Paulo Xavier. O encontro foi motivado pela denúncia realizada pelo Padre no dia 01 de junho  sobre a venda de tartarugas e peixes realizadas pelos indos na cidade de Santa Terezinha.

No encontro foi abordado vários assuntos em relação ao  acontecido, os caciques frizaram muito e defenderam a sua cultura, alegando que a denúncia não foi feita de forma leal e sem a observância dos costumes indígenas, pois se estivessem agredindo o meio ambiente e desrespeitando as leis dos brancos, como eles caracterizam, o padre teria procurado a FUNAI e buscar soluções para resolver o problema de forma pacifica e sensata, sem procurar a mídia primeiro. Abordaram que, sempre receberam apoio e orientação da Prelazia de São Felix do Araguaia. Explicaram também sobre sua cultura alimentar e como é feito a pesca da tartaruga e do peixe, dando um exemplo de conhecimento sobre o manejo desses animais, principalmente da tartaruga, pois eles sabem a época que as mesmas não podem ser apanhadas em virtude do período de procriação.

Na reuniao, os índios pediram o afastamento do Padre de Santa Terezinhapara o qual irão formular um pedido forlmalmente e entregar ao Bispo da Prelazia de São Felix, quanto ao problema da venda das tartarugas e do peixe, que segundo eles, sempre tiveram esta culotura para poder sustentar suas famílas, fizeram um acordo para elaborar umdocumento formalmente e encaminhar para o Estado solicitando uma solução específica para esta situação, pois não são somente os indios de Santa Terezinha que tem esta cultura, mas todos os indios Karajás da região.

O Chefe do Posto de Fiscalização regional da SEMA de Vila Rica, Sergio, disse que é uma situação muito delicada, pois até então  a lei que proibe a comercialização de qualquer tipo de animal silvestre no território Nacional, tem que ser respeitada,  más que irá ajudar no encaminhamento dos pedidos dos Indios junto ao Governo do Estado na busca de uma solução.

O encontro esteve meio tenso, mas foi encerrado de forma tranquila e pacífica e bem mediado pelas autoridades presentes.

VipAraguaia
João Evilson

 

Comentários

Data: 12/06/2015

De: indio véio

Assunto: tatá

Eles não vendem, dão em troca de Korrâ, são explorados de todos os tipos. O que as autoridades poderiam fazer e cumprir a lei, fiscalizar que vive às custas dos índios, explorando as jovens índias, comprando seus peixes baratos e depois servindo nos restaurantes a preço de ouro. O padre sabe que por trás dessa venda de tartarugas outras coisas são comercializadas e índios estão doentes, alcoolizados, prostituídos e não aparece ninguém para dar um fim neste estados de coisas. Eles vendem tartarugas, piroscas e outros peixes porque são subjugados a fazer isso, mas não resolve a situação de vida que vivem

Data: 12/06/2015

De: Tracajá

Assunto: sem fiéis pra cuidar

esse padre tem que procurar o que fazer. Va cuidar dos seus fieis. ou então ve se consegue meio de ajudar os indios a manter suas familias sem explorar a comercialização de peixes e tartarugas. So faz cagada esse padre. E outra, quem vive na beira do mar gosta dos frutos do mar. quem vive na beira do Araguaia gosta de pacu, tucunaré, tracajá, tartaruga, murici, buriti, oiti, cajá...

Data: 12/06/2015

De: carlos

Assunto: Re:sem fiéis pra cuidar

Meu nobre leitor,eu tenho uma plena certeza que vc não intendeu o tema da conversa!!!!se alimentar e uma coisa.Comercializar e outra! vc não sabre q e ilegal?? vc não tem um pingo de conhecimento de lei!!!vc e dos que defende crimes???índio e ser humanos como nos todos,tem mais direitos q vc ,eu e todo mundo...Eu não sei vc,mas eu tenho que trabalhar duro p/ me mante eu e minha familia e nunca precisei vender tartaruga!!!

Data: 12/06/2015

De: diego

Assunto: Re:Re:sem fiéis pra cuidar

Mais voce não e indio! cara vai visitar uma aldeia dessa pra ver oque e a pobreza; vai chora e come tartaruga e vender t.e peixe quer viver.

Data: 12/06/2015

De: Mendonça

Assunto: Re:sem fiéis pra cuidar

Concordo que esses indios deverião trabalhar, pois é isso que faço para sustentar minha familia e não fico esperando que o Governo me sustente enquanto ficome alcoolizando deitado na rede o dia todo. Vão trabalhar bando de preguiçosos, encostados. Ou então se isolem de vez na mata e sobrevivão com o que ela tem a oferecer, e esqueçam do luxo e vida boa das cidades dos toris.

Novo comentário