12/08/2014 - Bombeiro é preso acusado de abusar da filha de 14 anos

Um tenente do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, de 38 anos, foi preso acusado de tentar estuprar a própria filha, uma menina de 14 anos, que passou o Dia dos Pais, no domingo (10), com o suspeito, em Várzea Grande.

A menina acusou o pai de tentar estuprá-la na casa dele, onde vai sempre fazer visitas, uma vez que mora com a mãe.

À Polícia, ela disse que começou a gritar, mas o pai a pegou pelos pulsos e, diante do choro, acabou desistindo do abuso sexual.

Ao chegar em casa, ela contou para uma vizinha, que ligou para mãe, que estava viajando. Em seguida, uma tia acionou a Polícia Militar.

A prisão do tenente bombeiro ocorreu na noite de domingo, por volta das 21 horas, no bairro Ouro Verde.

Na Central de Flagrantes, da Polícia Civil, a menina contou que almoçou com o pai na casa de um tio, na localidade de Limpo Grande, na zona rural, e, à tarde, voltou para o bairro Ouro Verde.

Segundo ela, após o banho, o pai saiu usando apenas uma toalha e a procurou no quarto.

“Você não vai fazer isso de novo não, vai?”, teria perguntado a menina.

A vítima acrescentou que o pai tirou a toalha deitou-se em cima dela. A menina começou a gritar e ele a segurou pelos pulsos e falou alguns palavrões.

Ela disse que o pai, então, desistiu, se levantou e pediu para que ela não chorasse.

Em seguida, a levou para a casa da avó, onde mora com a mãe.

Reincidente

A menina disse que não é a primeira vez que o pai tenta abusar dela.

Contou que, em duas ocasiões, acordou com ele acariciando as partes íntimas dela.

Aos policiais, o tenente bombeiro negou qualquer tipo de abuso contra a filha.

Afirmou que repreendeu a filha porque ela queria ficar na casa dele, já que não teria permitido que a menina fosse a uma festa.

“Ela teve um mau comportamento e não a deixei ir na festa. Pensei até em dar uma surra, mas isso não é de meu feitio e desisti”, disse o militar.

A Polícia Civil está investigando o caso. O tenente bombeiro será colocado à disposição da Justiça. 

 

Midia News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário