12/08/2015 - Vídeo mostra vereadores negociando voto por terreno de R$ 70 mil

12/08/2015 - Vídeo mostra vereadores negociando voto por terreno de R$ 70 mil

A Polícia Civil divulgou um vídeo em que mostra o momento em que o vereador Messias Di Caprio (PSD), de Primavera do Leste (239 km de Cuiabá), oferece um terreno avaliado em R$ 70 mil ao ex-parlamentar Walmir Zélis para que ele votasse a favor de um projeto de lei que beneficiaria um empresário do ramo imobiliário.

Messias Di Caprio é acusado de praticar crimes contra a administração pública.

A suposta negociação teria ocorrido em 2008. No vídeo de 12 minutos, gravado pelo próprio vereador Messias, dentro de seu gabinete na Câmara Municipal, a proposta é feita aos 5 minutos. 

“Se o senhor ganhar o lote, nós podemos contar com o voto do senhor?”, pergunta Messias. 

Zélis, que à época exercia o mandato, responde que precisa "amadurecer a ideia" e conversar com a esposa sobre a proposta.

Messias insiste e diz que o nome dele será preservado.

“Eu quero a confiança do senhor. É o lote pelo voto? Eu nem falei quem é o vereador, até para te preservar”, afirma . 

Na sequência, Zélis questiona sobre a documentação do terreno e Messias afirma que, caso ele aceite a proposta tudo, será repassado no nome dele e na mão dele.

“Aí o senhor passa para quem o senhor quiser”, afirma Messias. 

“Vou trocar ideia com a minha esposa. Minha esposa é minha parceira confidencial, não tem problema não”, disse Zélis. 

Após a reunião, Messias pede para Zélis fazer uma oração no seu gabinete.

No vídeo, eles aparecem de mãos dadas e oram pedindo bênçãos. 

O projeto não foi aprovado pela Câmara Municipal. 

Nesta segunda-feira (10), a Polícia Civil cumpriu dois mandados de busca e apreensão na casa e no gabinete do vereador Messias Di Caprio. 

De acordo com o delegado Adriano Marcos Alencar, as investigações tiveram início a partir de denúncias feitas em redes sociais, por um ex-assessor do vereador, identificado como Fábio Lima.


Durante as investigações, foram apuradas, ainda, outras infrações graves, como uso indevido de verba de gabinete, carro oficial, justificação indevida de ausência às sessões da Câmara, entre outros fatos que atentam contra o patrimônio público. 

O delegado Adriano Alencar chegou a pedir pela prisão temporário do vereador, mas o pedido foi negado pela  juíza Aline Viana Quinto, da Comarca de Primavera do Leste. 

Outro lado

A defesa do vereador Messias Di Caprio informou que ele está em Goiânia para tratamento médico e que irá retornar para Mato Grosso no dia 17. 

Ainda segundo a defesa, o vereador deverá comparecer à delegacia de Primavera do Leste na próxima semana para prestar esclarecimentos sobre o caso.

A reportagem também tentou contato com o ex-vereador Zélis, mas até a edição desta matéria, ele não foi localizado. 

Ao G1, o ex-vereador declarou que não aceitou a proposta de Messias e afirmou que, no dia da votação, se absteve do voto. 

“Eu tenho minha mente tranquila. Não aceitei nada, não me envolvi em nada e dei todas as explicações para a polícia. Estou disposto a colaborar no que for preciso”, afirmou.
 

Veja o video abaixo:

www.youtube.com/watch?v=5anvLSpD8sU

 

 

Thaiza Assunção 
Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário