12/08/2017 - Rodovia que liga Bom Jesus e outros municípios continua abandonada pelo projeto da 158

12/08/2017 - Rodovia que liga Bom Jesus e outros municípios continua abandonada pelo projeto da 158

Um entrave tem prejudicado o trânsito rodoviário da região nordeste mato-grossense. A faixa de estrada que seria chamada de Contorno Leste, trecho que foi eliminado do trajeto da BR-158, está precisando de manutenção e não tem quem queira assumir a incumbência. A Associação dos Municípios do Araguaia (AMA) agora trabalha para devolver à população do entorno a via mais rápida de acesso a polos em economia e saúde do médio Araguaia.

Durante explanação na oitava edição da Caravana da Transformação de Barra do Garças, o prefeito de Bom Jesus do Araguaia Joel Ferreira (PSDB), presidente da AMA, explicou a situação ao governador Pedro Taques (PSDB), prefeitos da região e outras autoridades municipais e estaduais.

A faixa, que contorna a reserva indígena Xavante Maraiwatsede, passando por Bom Jesus do Araguaia, foi cotada para se integrar a BR-158. Depois de mais de seis anos parada, em abril, o acordo entre a Fundação Nacional do Índio (Funai), o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) resolveu a situação determinando a inclusão do contorno à rodovia nacional para evitar transtornos ambientais ao povo Xavante. Mas uma portaria da Advocacia Geral da União (AGU), publicada neste mês de julho, permite a construção de estradas dentro dos territórios indígenas, o que fez com que o Dnit retornasse ao projeto com o traçado original.

Agora o contorno que conecta os municípios de Bom Jesus do Araguaia, Serra Nova Dourada e Alto Boa Vista foi esquecido. O prefeito Joel buscou o Dnit, mas o órgão disse a ele “não estar incumbido para realizar a manutenção da rodovia, uma vez que a BR não traça aquele trecho.” O gestor pediu a Taques apoio na tratativa com o Dnit ou ainda que o Governo do Estado assuma os reparos da faixa de estrada, importante para o acesso dos municípios do entorno a outras regiões de Mato Grosso.

“A falta de manutenção dificulta o trânsito, por exemplo, de ambulâncias que vem de Serra Nova Dourada, Alto Boa Vista e Novo Santo Antonio, que trafegam mais de 300 km para salvar pessoas no hospital em Água Boa”, apontou Joel.

O prefeito ainda afirmou que prefere que o governo de Mato Grosso assuma a reforma na estrada, considerando, segundo sua avaliação, a recente atuação da gestão, quanto a pavimentação em todo o estado. Para ele, o governador tem feito um “ótimo” trabalho, tocando o programa Pró-estradas, que está reformulando a malha asfáltica mato-grossense.

A AMA tem atuado em diversos setores na região do Araguaia. Esse ano, a associação realizou procedimentos relacionados a demanda energética em vários municípios. Só em 2017, na gestão do presidente Joel, Água Boa, Campinápolis, Novo São Joaquim, Confresa e São José do Xingu solicitaram à AMA validação de unidade consumido e já foram atendidos.

A validação de unidade consumidora gera considerável economia aos municípios, porque ajusta a cobrança com base na verificação da real atividade da unidade em confronto com o valor cobrado por kW/h pela concessionária que oferta o serviço. Com os ajustes feitos pela AMA, o município de Água Boa, por exemplo, fará uma economia anual de pouco mais que R$ 27 mil.

A associação também prestou assessoria em loteamentos urbanos e assentamentos rurais. A ideia é incentivar a economia de energia nos municípios e informar essas comunidades sobre a eletrificação rural e urbana, tirando dúvida por exemplo, sobre o programa Luz Para Todos.

“Este ano a AMA já conseguiu bons resultados nesse setor, ajudando os municípios com a redução de contas de energia elétrica e agora estamos orientando sobre a eletrificação rural e urbana”, afirma Joel Ferreira.

Na gestão do prefeito Joel, a AMA tem intensificado o diálogo com as autoridades do Governo do Estado. No início do mês de julho, Joel se reuniu com os prefeitos no Palácio Paiaguás, sede do governo em Cuiabá, na presença do secretário de Infraestrutura e Logística (Sinfra) Marcelo Duarte e do deputado estadual Baiano Filho. Dentre os temas discutidos, estavam construção de pontes e manutenção e pavimentação de rodovias.

 

FONTE: Semana7/ Kayc Alves

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário