12/12/2014 - Ao contrario de Silval, Taques cumpre promessa e Araguaia fará parte do governo de MT

A promessa de dar vez e voz ao Araguaia, a mais esquecida das regiões de Mato Grosso, independente do resultado eleitoral, já esta sendo cumprida pelo governador eleito de Mato Grosso, Pedro Taques (PDT).

 

O governador eleito de Mato Grosso Pedro Taques anunciou oficialmente, o pecuarista e economista Eduardo Moura, como o nome que ira representar a região no ‘primeiro escalão’ do novo Governador de Mato Grosso, ele será o novo secretario de Desenvolvimento Regional.

 

Na coletiva à imprensa na tarde da quinta-feira (11), também foram anunciados além de Moura, outros onze nomes que irão compor o governo a partir de 2015.

 

Entre os novos anunciados estão o promotor de Justiça Mauro Zaque para a pasta da Segurança Pública; Eduardo Chiletto para Cidades e a promotora de justiça Ana Luíza Ávila Peterlini para Meio Ambiente. Frente à secretaria de Saúde ficará o engenheiro sanitarista Marcos Bertúlio; na secretaria de Educação o ex-vereador por Cuiabá Permínio Pinto e para a Casa Civil foi nomeado o advogado Paulo Zamar Taques.

 

Também foram indicados: Gustavo de Oliveira para o Gabinete de Projetos Estratégicos; José Arlindo de Oliveira para o Gabinete de Governo; Patryck Ayala para a Procuradoria-Geral do Estado; Coronel PM Antonio Ribeiro Leite para a Casa Militar e o Coronel PM Zaqueu Barbosa para o Comando Geral da Polícia Militar.

 

Confirmada as expectativas, a região do Araguaia, devera agora ter vez e voz com Eduardo Moura, ele é um dos nomes do famoso núcleo duro de Taques, desde que o mesmo, decidiu abandonar a carreira de Procurador da Republica para se tornar politico, Moura já fazia parte da equipe de transição.

 

Ao confirmar Moura na importante Secretaria de Desenvolvimento Regional, Taques esta dando representatividade a uma das cinco grandes regiões do estado, conhecida como “Vale dos Esquecidos”, devido ao abandono, a região vive uma boa fase economica, como nova fronteira agrícola, porem carece de infraestrutura, nela vivem mais de 300 mil habitantes em 35 municípios.

 

Em 2010, Silval Barbosa se elegeu governador com o mesmo discurso, porém não cumpriu a promessa por um único dia de Governo, deixando a população da região desapontada.

 

Eduardo Alves de Moura é graduado em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é empresário e pecuarista. Trabalhou como diretor na Aprosoja e por 20 anos como sócio e diretor do Banco de Investimentos Garantia S.A.. Foi presidente da Associação Nacional de Confinadores (Assocon) e 1°suplente de Deputado Federal pelo PPS por dois mandatos.

 

 

Fonte: Jornal da Noticia

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário