14/03/2012 - Aprovados em concurso pressionam e deputados apóiam projeto que pede nomeação imediata

 

Os membros da Comissão dos Aprovados no concurso público realizado pelo governo do Estado em 2009  estiveram na manhã dessa quarta-feira(14) na sessão da Assembléia Legislativa para fazer pressão para que o governo faça a nomeação. “São cerca de 1000 concursados que aguardam ser chamados. Isso vai gerar economia para o governo e também dar mais idoneidade. Nada contra os terceirizados, mas os desvios que foram feitos da conta única do Estado foram feitos por terceirizados. Sendo que tem concursados para serem efetivados”, afirmou  Guilherme Maluf(PSDB).
 
Inclusive o deputado José Riva(PSD) fez um projeto que obriga a nomeação dos concursados nos cargos, eliminando o chamado ‘cadastro de reserva’ e vetando a contratação de terceirizados nesse período, já que, se há vagas, obrigatoriamente os efetivos devem assumir.  Maluf  deu seu apoio ao projeto e disse que tem que ser aprovado o mais rápido possível.
 
Os aprovados têm medo do prazo vencer em junho, eles não serem convocados até lá e o governo ainda prorrogar por mais 2 anos sendo que tem em seu quadro terceirizados. “O governo tem substituído os aprovados e classificados no concurso, não só por terceirizados, mas também por estagiários, sendo que no entendimento consolidado pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ, de que mesmo as pessoas que ficaram apenas classificadas no concurso têm direito líquido e certo de serem nomeadas, caso o Estado efetue contratação de forma precária para o preenchimento de vagas existentes”, alerta Veneranda Acosta, presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetram), um dos sindicatos que apóia o movimento para que os concursados sejam nomeados.
 
Ela alerta que as vagas existentes nos órgãos e entidades do Estado que estão sendo ocupadas por pessoas que não passaram por um concurso público fere a Constituição Federal e o direito dos que se dedicaram aos estudos.
 
 
Roberta de Cássia/Assessoria Sinetran

Comentários

Data: 17/03/2012

De: Raimunda Souza

Assunto: Comentando sobre o assunto em pauta.

É no mínimo desagradável para não dizer claramente o que isso significa, eu estou falando aqui na qualidade de classificada, porém, mais do que isso, falo como uma cidadã, que pago meus impostos em dia, que contribuo de uma forma ou de outra para o desenvolvimento e o bem estar de nosso Estado, fundamentalmente quando vou as Urnas depositar o meu voto de confiança nesses cidadãos que ocupam os cargos de gerenciadores, governantes ou fiscais da população. Também tenho parente que foi aprovado e até a presente data nunca foi chamado. Revolta, insatisfação, indignação, interrogação, enfim...onde chegamos e até onde vamos com tanta falta de respeito, de responsabilidade e de compromisso para com o próximo.
Fica aqui o meu repúdio! Mas, como sou persistente acredito que vai dar tudo certo,tem que dar né!

Novo comentário