13/04/2015 - "Crítica à Prefeitura é pertinente, mas se faz muito barulho"

Embora admita a existência de falhas na área da Saúde Pública em Cuiabá, o prefeito da Capital, Mauro Mendes (PSB), afirmou que existe muito “barulho” em torno do tema. 

Segundo ele, muitas pessoas sequer conhecem a realidade do setor, mas carregam o hábito de fazer reclamações sobre este tema. 

“A Saúde é o maior desafio? Não sei. Mas tenho certeza de que é o desafio mais ‘barulhento’. Muitos cidadãos têm plano privado, não usam a Saúde Pública, muitas pessoas nunca ficaram doentes, mas é comum ver todo mundo falando mal da Saúde Pública”, disse Mendes, em entrevista ao MidiaNews.

Questionado se esta seria então uma reclamação desnecessária da população, ele afirmou que não. Contudo, reiterou que já virou “rotina” falar mal da Saúde, de uma forma geral. 

“As críticas são oportunas, são pertinentes, mas faz-se muito mais barulho, do que efetivamente em outras áreas que também têm problemas. Cuiabá tem bairros que tem 40, 50 anos e que não têm asfalto, e não se vê tanto barulho. Temos falta de saneamento há décadas, além de outros problemas e não se vê falar tanto. A nível nacional, criou-se uma rotina de falar mal da Saúde”, afirmou Mendes. 

O prefeito preferiu, no entanto, não classificar ou dar uma nota para a Saúde Pública do município já que, segundo ele, existem diferentes setores na área e que apresentam diferentes estágios de qualidade. 

“A Saúde não é coisa simples. Existe a saúde básica, a atenção secundária, a alta complexidade, o serviço de prevenção... Então, não seria prudente avaliar dando uma nota”, disse. 

“Seria mostrar desconhecimento ou até uma irresponsabilidade querer misturar tudo isso. Cada coisa caminha em um estágio diferente. Existem muitos serviços na Saúde e, muitos deles, em estágio de qualidade diferenciados”, completou o prefeito. 

Sem frustração 

Mesmo com pouco mais de dois anosàa frente do Executivo Municipal e sem cumprir sua principal promessa de campanha, que era a entregar o novo Pronto Socorro da Capital na meta de seu mandato, o prefeito disse que não se sente frustrado. 

“A alegria de estar conseguindo realizar é muito maior do que a de não ter conseguido realizar no prazo que eu gostaria. O importante é que ele esta caminhando para se tornar realidade”, afirmou ele. 

Mendes lembrou que, recentemente, assinou convênio com o governador Pedro Taques (PDT), por meio do qual ficou definido que o Governo repassará ao Município R$ 50 milhões, dos R$ 79,6 milhões inicialmente orçados na obra. 

O prefeito disse ainda que no próximo dia 6, será realizada a abertura do edital de licitação para contratação da empresa que construirá do novo Pronto Socorro. O prazo de execução está estimado em 20 meses. 

“Conseguimos nos dois primeiros anos de mandato definir a área, contratamos um projeto, fizemos um projeto, conseguimos fazer as aprovações necessárias e abrimos o edital de licitação”, afirmou. 

“São passos importantes e que, na iniciativa pública, demoram muito mais tempo do que eu gostaria e imaginava que pudesse ser. O importante é que temos recursos, a obra está sendo licitada”, disse ele. 

Outros projetos 

Ainda como parte das comemorações do aniversário de Cuaibá, Mendes lembra que no próximo dia 30 fará a entrega do Hospital São Benedito. 

“Entregaremos o Hospital São Benedito. O Pronto Socorro vai começar a obra, uma das UPAs já entrou em funcionamento, outra entra esse ano e mais duas estão previstas para 2016. Isso faz parte de um projeto de organização física da rede, da estrutura dos equipamentos de saúde”, disse ele. 

No entendimento do prefeito, com a entrega desses dois equipamentos públicos a infraestrutura dará um “salto de décadas” e, paralelo a isso, ele disse que está trabalhando para melhorar a gestão da Saúde em Cuiabá. 

 

 

Camila Ribeiro 
Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário