13/06/2013 - Autoridades se reúnem para garantir reforma da cadeia Pública de Barra do Garças

 Juízes, promotores e prefeitos de municípios do Vale do Araguaia se reuniram para tentar garantir uma reforma emergencial das unidades prisionais de Barra do Garças, o primeiro assunto foi a Cadeia pública, interditada desde abril. Os juízes Bruno D’Oliveira Marques e Michel Rocha e o promotor Hudson Franco iniciaram a reunião expondo a situação atual da cadeia pública, “Hoje temos doze pessoas no local conhecido como Corró, Nove homens e três mulheres, as celas não tem instalações hidráulicas, para se ter uma ideia da precariedade, as mulheres que estão recolhidas fazem as necessidades em garrafas Pet de 2 litros, é preciso tomar medidas emergenciais”, disse o Juiz Bruno D’Oliveira. Foi informado também a quantia disponibilizada pelo governo do Estado de Mato Grosso para a reforma, R$ 30 mil, valor insuficiente para as adequações emergências.

 

Para tentar resolver o problema, o Juiz fez um pedido para que os prefeitos auxiliassem para a reforma da unidade, até que o estado construa um novo centro de detenção provisória. O prefeito de Barra do Garças Roberto Farias afirmou que buscará várias parcerias para auxiliar na reforma e um apoio de R$ 40 mil, os prefeitos José Marra ( Araguaiana), Marcos Aparecido (Ribeirãozinho), Magali Vilela (General carneiro), Divina Oda (Pontal do Araguaia) e Odoni mesquita 9Torixoreu) entrarão com R$ 10 mil reais.

 

O judiciário disponibilizará R$ 30 mil, com isso terá início nos próximos dias uma reforma parcial na cadeia pública e também no sócio educativo.

 

Vander Araujo  - SECOM - MT

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário