13/06/2013 - Maioridade penal: Portal divulga pesquisa que 88,72% da população, aprova a proposta que não limita idade para crimes hediondos

Perguntado, qual político brasileiro que mais defende o projeto da redução da maioridade penal, os internautas apontaram o senador Magno Malta (PR) com quase unanimidade com 97,16%, o mais atuante na defesa dessa tese

 

Pesquisa do maior portal e com credibilidade nacional, na luta em defesa dos direitos humanos das crianças e adolescentes divulgou uma pesquisa onde aponta que 88,75% dos internautas, apóiam a proposta que não venha ter limite de idade para crimes hediondos, onde o menor de idade possa responder criminalmente como os adultos. 

 

Perguntado, qual político brasileiro que mais defende o projeto da redução da maioridade penal, os internautas apontaram o senador Magno Malta (PR) com quase unanimidade com 97,16%, o mais atuante na defesa dessa tese, o parlamentar foi o primeiro que teve coragem de tocar nesta ferida profunda. Há mais de 10 anos, no auge da implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente, com visão de futuro, o parlamentar do Espírito Santo já tinha proposta para amenizar a impunidade e diminuir a onda de violência. Hoje, o quadro é outro, tornando-se mais caótico e a proposta do senador é também mais avançada. Assim, a TV Senado, aproveitando o momento em que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania debate o tema em audiências públicas, postou nesta sexta-feira, na internet, a voz mais ativa nesta luta no país. 

 

Enquanto a maioria dos representantes de entidades em defesa da criança e do adolescente serem quase unânimes em criticar as 41 propostas de emenda à Constituição (PECs) em tramitação no Congresso Nacional que tratam da redução da maioridade penal de 18 anos para 16 anos. 

 

 

Enquanto isso, o maior ativista na luta em defesa de politicas publica de combate à exploração sexual e pedofilia em Mato Grosso (MT),promete viajar o estado para mobilizar a sociedade do seu estado em defesa projeto da maioridade penal de autoria do senador Magno Malta (PR) para que não tenha o limite de idade para crimes hediondos, onde o menor de idade possa responder criminalmente como os adultos. 

 

Para Magno é demagogia falar em redução penal de 18 para 16 anos. “A minha proposta não tem limite de idade para crimes hediondos. Outra falácia é afirmar que escola resolve o problema da criminalidade. Professor não tem responsabilidade com desvio de conduta, este é problema para família. Eu tenho a solução para ressocializar homens prematuros criando centros esportivos administrados por militares que são treinados em esporte olímpico e criar uma nova geração de atletas”, resumiu Magno. 

 

Mais uma vez, Magno Malta conclamou o Brasil para usar a camisa da campanha pela redução da maioridade penal já. “Estou viajando o Brasil e vou continuar colhendo assinaturas para comprovar que este é o anseio de mais de 95% da população brasileira”, prometeu. 

 

Magno Malta, que é membro da comissão de revisão do Código Penal Brasileiro, lamentou a ausência da maioria dos parlamentares titulares. “Estou vindo de uma excelente audiência pública e lamento a falta de muitos membros. Este código é um ancião sem equilíbrio e precisamos melhorar o ordenamento jurídico para acabar com as facilidades dos criminosos e devemos pensar nas vítimas dos assassinos, que estão com o caixão na sala chorando”, conclui a maior voz em defesa da redução da maioridade penal no Brasil.

 

Portal Todos Contra Peodfilia

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário