13/06/2015 - Governo começa a quitar restos a pagar da gestão anterior

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Fazenda, começa a quitar nesta sexta-feira (11.06) os “restos a pagar” deixados pela gestão anterior. De amanhã até o dia 10 de julho, serão pagos os fornecedores que têm créditos de até R$ 50 mil, referentes aos anos de 2013 e 2014 e que sejam processados, ou seja, que comprovadamente prestaram o serviço, entregaram o produto ou realizaram a obra.

Levantamento da Sefaz junto às secretarias aponta que com a liberação de recursos apenas nesses primeiros 30 dias serão pagos 2.335 fornecedores, que juntos receberão cerca de R$ 14 milhões. O número de beneficiados e o valor a ser pago ainda devem aumentar, já que esses dados se referem apenas a 2014.

Conforme o cronograma de pagamento que consta no Decreto nº 119/2015, publicado no Diário Oficial de quinta-feira (09.06), de 11 de julho a 10 de agosto serão pagos os fornecedores com créditos superiores a R$ 50 mil e inferiores a R$ 150 mil. Após o dia 11 de agosto, o Estado dará início à quitação das dívidas com fornecedores que têm até R$ 500 mil para receber. Dependendo do fluxo de caixa, a Secretaria de Fazenda poderá antecipar o pagamento dessas despesas.

Segundo o secretário de Fazenda, Paulo Brustolin, com o início do pagamento, o governador Pedro Taques honra um compromisso assumido com esses empresários, principalmente os pequenos e médios, de que esse seria um governo pautado pela legalidade, e não pelo “calote”. Para que esse cronograma fosse elaborado e seja cumprido, o secretário destaca o esforço do secretário adjunto do Tesouro, Carlos Rocha, e de toda a sua equipe técnica.

Ao assumir o governo, em 1º de janeiro, o governador Pedro Taques encontrou R$ 912 milhões em restos a pagar do governo anterior.

 

 

Sefaz-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário