13/06/2016 - Na cruzada contra corrupção, governo de MT capacita técnicos para investigar crimes financeiros

13/06/2016 - Na cruzada contra corrupção, governo de MT capacita técnicos para investigar crimes financeiros

Considerado em posição de vanguarda contra a corrupção, o governo de Mato Grosso está combatendo desde o cerne do problema: a lavagem do dinheiro, que começa justamente nos órgãos públicos. E, para isso, investiu no treinamento e capacitação de peritos criminais, dentro do Instituto de Perícia e Identificação (Politec).
 
Por determinação do governador José Pedro Taques (PSDB), responsável pela criação da primeira Secretaria de Estado Transparência e Combate à Corrupção, no país, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) antecipou um projeto que er para 2017. E, desta forma, a Gerência de Contabilidade Forense da Politec participaram do Curso de Capacitação e Treinamento no Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro, realizado na última semana, em Cuiabá.

 

Uma das entidades envolvidas na investigação de crimes financeiros e contra a administração pública, a perícia criminal é responsável por reunir informações necessárias para se materializar um crime, em resposta aos indícios de fraudes de diferentes naturezas.
 
A perícia contábil analisa documentos, relatórios, banco de dados e informações financeiras, através do afastamento do sigilo bancário e fiscal dos investigados. “A nossa função é atender aos quesitos específicos demandados pelas autoridades requisitantes (delegados, promotores e juízes) para esclarecer a movimentação financeira, de renda e patrimônio”, explicou o perito criminal Luis Carlos Shibassaki Figueiredo.
 
A contabilidade atua em conjunto com o Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira) e a Delegacia Fazendária (Defaz), e as suas maiores demandas são da 14ª Promotoria Criminal. Em um ano, desde a sua implantação, a Gerência emitiu 15 laudos que auxiliaram na investigação de diversos crimes de lavagem de dinheiro e na recuperação de divisas. 
 
Qualificação
 
Durante a capacitação foram apresentados casos práticos, conceitos e aspectos jurídico-penais da lavagem de dinheiro, a anatomia do crime organizado, Sistema Financeiro Nacional e Inteligência Financeira.
 
Participaram do treinamento 160 pessoas, representantes de 12 instituições. O evento é realizado pelo Ministério da Justiça, com o apoio do Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Além da troca de experiências entre os participantes, a iniciativa tem como objetivo promover a integração das instituições para o aprimoramento do sistema nacional de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro.
 
Além dos peritos criminais, Luis Carlos Shibassaki, George Lopes Cançado e José Ernesto Barbosa, participam do curso procuradores e promotores de Justiça, representantes do Ministério Público Federal, Polícia Federal, Secretaria de Estado de Segurança, Receita Federal, Controladoria Regional da União, Controladoria Geral do Estado, Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça, Tribunal Regional Eleitoral, Secretaria de Estado de Fazenda, Superintendência da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Polícia Civil.

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário