13/07/2012 - Operação da Polícia Federal de SP prende advogado, policial militar e outras quatro pessoas em MT

 

A Operação Gravata, desencadeada pela Polícia Federal em Mato Grosso e São Paulo, resultou na prisão de seis pessoas no Estado na manhã desta quinta-feira (12). As acusações a todas passam pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e formação de quadrilha. 
 
A  Polícia Federal de São Paulo afirmou que uma pessoa foi presa no município de Vila Bela de Santíssima Trindade (525 km de Cuiabá) e cinco em Pontes e Lacerda (442 km de Cuiabá), porém suas identidades não foram divulgadas. 
 
Entre os envolvidos, constam a participação de um guarda municipal, um policial militar, um advogado e três membros de uma facção criminosa, contudo, não foram confirmados identidades nem em que Estados atuavam os respectivos profissionais. 
 
A desarticulação foi possibilitada pela ação conjunta da PF e Ministério Público em São Paulo, resultando num total de 42 mandados de prisão e 46 de busca e apreensão nos dois Estados, sendo que todos eles foram expedidos pela 5ª Vara Criminal de São José do Rio Preto (SP). 
 
A operação estava sendo desenvolvida há um ano e meio, com análise de núcleos de tráficos que atuavam em Rio Preto e na região, mas que tinham centro de distribuição direta em cidades de Mato Grosso e também em Rondônia. 
 
Da Redação - Priscilla Vilela

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário