13/07/2012 - PERFIL DE ADVERSÁRIOS POLÍTICOS

 

A revista Veja publicou na 2ª quinzena de julho de 2009 a relação milenar entre homens e animais. O  primeiro indício concreto de um elo de emoção entre um humano e um animal data de 12 mil anos. São restos fossilizados de uma mulher abraçada a um filhote de cão, encontrados no Oriente Médio. O certo é que o afeto remodelou, ao longo dos séculos, os laços que nos ligam a cães e gatos. "Como todas as relações ancoradas na emoção, essa não é imune a crises. Os donos muitas vezes não sabem impor os devidos limites ao comportamento de seus companheiros de quatro patas e o drama ganha cores semelhantes ao dos pais que enfrentam adolescentes revoltosos. Em meio à crescente indústria de produtos e serviços para bichos, emergiu até mesmo uma nova categoria profissional, a dos psicólogos de animais, adestradores especializados em lidar com cães e gatos neuróticos", diz trecho da matéria.
 
Este trecho da matéria foi mostrado para traçar o perfil de alguns políticos do nosso país, desta feita no dia 30 de Junho de 2012 aconteceu às definições políticas onde quem era candidato deixou de ser e quem não era passou a ser e, assim podemos observar o perfil de certos políticos e definir que só não tem adversário quem politicamente é inofensivo.
 
Porém como na política tudo pode acontecer, na verdade percebemos que não se podem olhar adversários meramente como inimigos adversários de hoje podem ser aliados de amanhã.
 
“O que se partiu cristal não era, dizia Carlos Drummond de Andrade”.
 
Por: Ivone Lima
Fonte: pontaldoaraguaianews.com

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário