13/07/2015 - Taques abre 172 frentes de trabalho na Sinfra; destaque é Pró-Estradas

O Governo abre 172 frentes de trabalho de obras só nas rodovias estaduais. A força tarefa faz parte da segunda etapa de metas das secretarias, estipuladas pelo Executivo. As diretrizes englobam o programa de políticas públicas “Transforma Mato Grosso”, lançado na última semana. Ao todo serão mais de três mil ações em todas as pastas.

 

O grande destaque da secretaria estadual de Infraestrutura (Sinfra) é o Pró-Estradas, no qual já foram autorizadas 56 obras de pavimentação do programa, espalhadas por todo o Estado. Além disso, a Sinfra está revisando todos os aditivos do antigo MT Integrado, que agora faz parte do Pró-Estradas, eixo Construção.

 

O secretário da pasta, Marcelo Duarte, explica que o programa engloba todas as estratégias rodoviárias da Sinfra e atende, em especial, cidades que não têm ligações asfálticas. “O programa foca tanto a parte de construção, duplicação e manutenção. Estamos trabalhando com patrulhas nos quatro cantos do Estado. As novas rodovias e a manutenção das já existentes vão melhorar a qualidade de vida do cidadão”.

 

Ao todo, são 24 patrulhas rodoviárias em estradas não pavimentadas trabalhando para suprir atoleiros e cascalhando vias, além de mais oito equipes que buscam melhorar a qualidade das rodovias pavimentadas, por meio de tapa buracos e diminuindo o matagal nas margens.

 

Segundo Duarte, até o final deste ano serão construídos 500 km de estradas, reconstruídos 1,5 mil km e 1,2 mil km serão objeto de pedágio comunitário, que serão feitos por meio de parcerias entre o Governo e associações ou prefeituras. “Os pedágios serão realizados por meio de parcerias com os usuários das rodovias no interior. As associações serão responsáveis por administrarem as estradas e deixarem em condições seguras para os usuários”.

 

Conforme o secretário, de acordo com balanço preliminar divulgado, até o momento já foram fechadas 84 parcerias com prefeituras que tiveram interesse em receber óleo diesel e massa asfáltica, para a execução de mais obras em rodovias estaduais que cortam os municípios.

 

No novo Acordo de Resultados, assinado pelo secretário, há mais uma série de ações que visam melhorar a logística do Estado. Entre as obras que devem ser iniciadas ainda neste ano está a duplicação de 3,6 quilômetros da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães, no trecho do trevo próximo ao supermercado Atacadão até a Fundação Bradesco. 

 

Até o final do ano, a obra da MT-251, que passa por revisão do projeto, deve ser iniciada. Ela vai fazer parte do Completo Viário Cuiabá/Norte, que contará também com a duplicação da Rodovia Helder Cândia (MT-010), do trevo até uma fábrica de cimentos.

 

Por fim, de acordo com anúncio do governador Pedro Taques (PDT), a Sinfra também fará a reestruturação do modelo de gerenciamento e supervisão de obras, com o objetivo de garantir o cumprimento das metas de prazos, qualidade e custos. Paralela à reestruturação, será elaborado o Plano Diretor Logístico de Mato Grosso, com o objetivo de definir estratégias de curto, médio e longo prazos.

 

 

Gabriele Schimanoski

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário