13/08/2012 - Vacinação contra a pólio começa no dia 18 nos postos de saúde de MT

 

Crianças menores de 5 anos devem ser vacinadas em todo o estado.
Vacinas estarão disponíveis nos 141 municípios de Mato Grosso.

 

A segunda etapa da vacinação contra a Poliomielite, para crianças menores de cinco anos, começa no próximo dia 18 e segue até o dia 24 de agosto em todos os 141 municípios de Mato Grosso. Somente o estado recebeu 350.000 doses da vacina que devem ser distribuídas em 815 postos no estado.

 

O Sistema Único de Saúde colocará à disposição 295 veículos no dia 18 de agosto, para facilitar o alcance da campanha em municípios de difícil acesso. Segundo a Gerente de Imunização, Marize Almeida, a segunda etapa de vacinação deste ano será diferente, pois, além da gotinha, todas as crianças deverão receber outras vacinas de rotina da caderneta de vacinação que por ventura estiverem atrasadas.

Além da vacina contra a Poliomielite, serão disponibilizadas durante toda a campanha as vacinas contra Hepatite B, Rotavírus, Pentavalente, Pólio Inativa (VIP ou Salk), Febre Amarela, Tríplice Viral, Pneumo 10 Valente, Meningo C, Tríplice Bacteriana (DPT) e Pólio Oral (VOP).

A Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite é realizada todos os anos pelo Ministério da Saúde, em parceria com os estados e municípios, por intermédio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Na primeira etapa da Campanha, o Estado Vacinou 94,08% das crianças menores de 5 anos.


No caso de crianças que sofrem de doenças graves, a SES recomenda que os pais consultem profissionais nos postos e centros de saúde, para serem avaliadas se devem ou não tomar a vacina. Crianças com febre acima de 38º Celsius, ou com alguma infecção, também devem ser avaliadas por um médico.A Secretaria estadual de Saúde de Mato Grosso, alerta que não existe tratamento para a Poliomielite e, somente a prevenção por meio da vacina, garante a imunidade à doença. A vacina contra a pólio é segura, e se destina a todas as crianças menores de cinco anos, mesmo as que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia.

Poliomielite
Apesar de não haver registro de casos há 23 anos no Brasil, o Ministério da Saúde alerta que é importante manter campanhas de vacinação anuais porque o poliovírus, causador da enfermidade, pode ser reintroduzido no país, visto que ainda circula no mundo.

Do G1 MT

Comentários

Data: 13/08/2012

De: Saúde

Assunto: Multivacinação

Venho informar que não é segunda etapa da polio, como se fazia em anos passados. Este ano só será vacinada as crianças que não foram vacinadas em junho, e será feita uma revisão nas cadernetas de vacinação, colocando em dias as que estiverem faltando.

Novo comentário