13/08/2014 - Taques gasta R$ 1,5 milhão e lidera ranking entre os candidatos

De acordo com a primeira parcial de gastos divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o senador Pedro Taques foi o candidato que mais gastou desde o início da campanha eleitoral. O candidato da coligação ‘Coragem e Atitude pra Mudar’ declarou ter gasto R$ 1.595.128,75, representando quase 80% dos gastos de todos os 4 candidatos ao governo do estado de Mato Grosso. 

Entre os gastos, destaque para dois pagamentos no valor de R$ 200 mil e R$ 150 mil feitos à empresa Antecipar Consultoria e Comunicação Estratégica LTDA, de propriedade do marqueteiro de Taques, o ex-senador Antero Paes de Barros. O pagamento foi feito nos dias 21 e 28 de julho, respectivamente.

O senador pedetista também desembolsou R$ 370 mil nos dias 11 e 28 de julho. O montante foi usado para pagar despesas com a empresa TR Produção de Som e Imagem LTDA – ME, que realizou serviços de produção de rádio, televisão ou vídeo. 

O candidato da coligação ‘Viva Mato Grosso’, José Riva (PSD), foi o segundo no ranking dos candidatos majoritários. Ele declarou ter gasto R$ 168.809,85. Somente com despesas de viagens áreas foram gastos quase R$ 34 mil. Riva também transferiu R$ 34 mil ao seu vice, Aray Fonseca. 

Curiosamente, o candidato do PSOL, José Roberto, declarou mais gastos que o candidato do PT, Lúdio Cabral, que figura na segunda colocação segundo as últimas pesquisas eleitorais do Ibope e do instituto Mark Freitas. José Roberto gastou R$ 93.931,98. Já o candidato petista informou ter gasto R$ 63.827,45. 

O candidato da coligação ‘Mobilizar e Humanizar’, o jornalista José Muvuca, declarou não ter gasto nada até o presente momento. 

 

 

Da Redação - Raoni Ricci

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário