13/08/2015 - TENSÃO: Problemas técnicos causam pânico, reza e choro em voo da Gol

Os 100 passageiros do voo G3 1528, da Gol, que fazia o trecho entre Brasília e Cuiabá, passaram por momento difíceis, antes do pouso, no Aeroporto Marechal Rondon, por volta de 23h30 de quarta-feira (12).

Passageiros que utilizaram a rede social relataram que houve uma queda brusca de altitude, com a consequente despressurização da aeronave.

No avião estavam algumas autoridades, como o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP) e a reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Maria Lícia Cavali Neder.

Segundo a jornalista Adrielle Pioezan, que estava no voo, houve fumaça e cheiro de queimado dentro do avião.

Após isso, o comandante pediu para que os passageiros colocassem as máscaras de oxigênio. 

No entanto, conforme ela, as máscaras demoraram para cair, o que gerou pânico nas pessoas que estavam a bordo. 

"Houve muita gritaria, e as crianças, assustadas, choravam muito. Foram momentos de muita tensão", contou.  

De acordo com a jornalista,  o problema ocorreu meia hora antes do avião pousar em Cuiabá. 
"O avião começou a descer rapidamente e de bico e algumas pessoas, pensando que o avião ia cair, começaram a rezar. Muita gente passou mal por conta da pressão. Após o pouso, um senhor saiu do avião passando mal, ficou roxo ", relatou.


Apesar do pânico, a aeronave pousou normalmente no terminal, em Várzea Grande.

Outro lado

Em nota, a Gol informou que, durante o procedimento de descida do voo, "após uma indicação se limitação técnica da aeronave", o comandante acionou as máscaras de oxigênio para o pouso de forma preventiva.

"A Gol informa que, durante o procedimento de descida do voo G3 1528, entre Brasília (DF) e Cuiabá (MT), após uma indicação de limitação técnica da aeronave, o comandante acionou as máscaras de oxigênio e agilizou a aproximação para o pouso de forma preventiva. O desembarque ocorreu normalmente e os clientes receberam o atendimento necessário. A GOL lamenta pelo desconforto e ressalta que tais medidas visam a preservação do valor número 1 da companhia, a Segurança".

 

 

 

 

Da Redação
 

 

Comentários

Data: 13/08/2015

De: xxxxxxxx

Assunto: pânico

Que diacho de notícia mais truncada, Vanessa. Copiaram o texto pela metade, tá doido!

Novo comentário