13/11/2012 Descaso com o Araguaia e com a imprensa do MT - adjunto não consegue justificar "a que veio"‏

O secretário adjunto estadual de Comunicação Social, Aroldo Souza, não conseguiu até o momento justificar "a que veio" no governo de Silval Barbosa.
A quase um ano no cargo, e, encarregado de lidar com os veículos de comunicação do interior de MT, Souza não conseguiu cumprir nenhuma de suas promessas, entre elas, reuniões realizadas por exemplo no Araguaia, onde se comprometia a passar "eventualmente" e não "sempre" a mídia do governo do Estado para divulgação das ações do governo.
Sem nenhuma atitude concreta que justifique sua presença como adjunto, até porque quem decide na realidade são os "pau mandados" Egídio e Cláudia da SECOM, Souza não conseguiu sequer na sua região, angariar apoiadores, e sua permanência além de questionada, está sendo    solicitada.
Acomodado no cargo por uma questão política, era encarregado do comanda das rádios Continental, mas sua insipiência política vem refletindo negativamente para o PMDB e para o próprio Governador Silval, responsável pela sua indicação.
A mídia do governo vem sendo apenas destinada à SECOPA, e aos poucos e bons escolhidos pelo Secretário "Mão de Ferro" Rayel da SECOM. O titular da pasta não faz questão de ser simpático e já alardeou que não tem "interesse" no Araguaia. No entanto, o secretário somente faz o que lhe é mandado fazer, ou seja, representa os interesses do Governador Silval, atende suas ordens.
Desta forma, mais uma pecha negativa na possível candidatura de Silval Barbosa, que está vendo suas pretensões de ser Senador ir por água abaixo,por conta das pífias atuações de seus comandados.

 


Da redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário