13/11/2012 - Mulher está grávida de suspeito de matar sua mãe e filho; ela era o alvo

Tassya Alves, a jovem que teve a mãe e o filho mortos no último final de semana está grávida do principal suspeito, seu ex-namorado, identificado como Carlos pela Polícia Civil. Fontes próximas às vítimas afirmam que apesar da gravidez, ambos estavam separados do conturbado caso amoroso que mantinham nos últimos tempos. 

O suspeito invadiu a casa da Tassya na madrugada de sábado para domingo. Ele estava atrás de Tassya, como ela não estava em casa, o assassino atacou a ex-sogra. Ela foi esfaqueada antes de ser queimada, como confirmou o Instituto Médico Legal (IML). 

O filho de quatro anos de Tassya presenciou o assassinato da avó e foi jogado no Rio Cuiabá pelo suspeito. A razão do crime seria a não aceitação do acusado com o fim de seu relacionamento com a filha da vítima. Por esse motivo, informaram vizinhos e conhecidos, a suspeita inicial era de que a ex-namorada do suspeito fosse a vítima do homicídio.

O suspeito foi detido logo após o crime. A Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) irá assumir as investigações do crime. Quanto ao corpo das vítimas, foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para realização da perícia.

Tássia Alves, a ex-namorada do principal suspeito, chegou ao local do crime por volta das 9h da manhã. Até o momento, pensava-se que ela era a vítima do crime. 

Câmeras de segurança auxiliam investigação

Além do depoimento das testemunhas que viram o homem jogando o corpo da criança no rio, a polícia terá a sua disposição imagens do circuito de segurança de uma transportadora que fica localizada ao lado da casa em que o crime aconteceu. 

As câmeras de segurança captaram as imagens de um carro chegando à casa instantes antes do crime e na hora que o suspeito saiu. De acordo com a Politec, após um tratamento das imagens, será possível identificar o carro e o homem que cometeu o crime.

 

Da Redação - Lucas Bólico