13/11/2015 - Presidente do Grupo VPJ é eleito melhor produtor de carne de qualidade do Brasil

13/11/2015 - Presidente do Grupo VPJ é eleito melhor produtor de carne de qualidade do Brasil

Desenvolver cortes marmorizados, com níveis elevados de sabor, maciez e suculência, é uma arte que a VPJ Alimentos, de Pirassununga (SP), domina há bastante tempo. Tanto que seus produtos são aclamados por chefs renomados da alta gastronomia e podem ser adquiridos facilmente em pontos de venda especializados pelo Brasil (confira em http://vpjalimentos.com.br/onde-encontrar/). Expertise essa que rendeu importante honraria ao presidente da empresa, Valdomiro Poliselli Júnior, durante a BeefExpo, evento realizado há poucas semanas, em Foz do Iguaçu, no Paraná, o maior da bovinocultura de corte na América Latina.
 
Promovido pelo Grupo Safeway, o empresário e pecuarista foi agraciado com o título de melhor produtor de carne de qualidade. No molde Top of Mind, a escolha ocorreu por voto popular no site da promotora. Entusiasmado, ele diz que este título coroa os 20 anos de seleção e melhoramento genético da raça Angus e dez anos produzindo carne de altíssima qualidade com chancela do Programa Angus Carne Certificada, conduzido pela Associação Brasileira de Angus (ABA). “Para atender as expectativas de nossos clientes, criamos um rigoroso controle de qualidade, instituindo critérios seguidos à risca em todas as etapas de produção, começando pela genética do gado”, explica Valdomiro.
 
O trabalho é desenvolvido com um rebanho de 700 animais puros de origem da raça Angus, na Fazenda Cardinal, em Mococa (SP), a divisão de melhoramento genético da VPJ Alimentos. Especialmente nos últimos cinco anos, o foco tem sido o Aberdeen Angus (de pelagem preta), que transfere melhor carcaça, peso e marmoreio ao gado que será abatido. Um diferencial relevante é a sinergia que existe entre a VPJ e a pecuária norte-americana, referência mundial em qualidade de carne.
 
Sempre que possível, Valdomiro visita os EUA para conferir as tendências na indústria e na genética, no que se refere à precocidade, ganho de peso, marmoreio e deposição de gordura na carcaça e Área de Olho de Lombo (AOL). Sua companhia faz uso das mesmas tecnologias usadas pelos norte-americanos, como a avaliação de carcaça por ultrassonografia e a DEP Genômica, que permite elevar a acurácia da seleção de 34% para mais de 60% nas 18 características desejáveis. “Os touros em nosso rebanho são os mesmos utilizados nos EUA, com foco em qualidade de carne”, diz Poliselli.
 
Carne VPJ
 
A VPJ Alimentos produz cerca de 500 toneladas de Carne Angus Certificada por mês e a tendência é que o volume cresça. O alvo é o mercado doméstico, mas a possibilidade de ingressar em países de alto valor agregado é tentadora. A empresa negocia para que suas linhas cheguem aos Estados Unidos, que recentemente abriu as portas à carne in natura brasileira. “É preciso lembrar que os norte-americanos produzem a melhor carne do mundo e isso é o que desejam comprar. Nossa matéria-prima é livre de hormônios, ao contrário daquele país, onde o uso é liberado”, esclarece o empresário.
 
As fêmeas são as grandes vedetes neste sistema de abate desenvolvido pela VPJ Alimentos.  Machos até são aceitos, no entanto que sejam castrados na desmama. Poucos sabem, mas as novilhas são mais precoces e apresentam melhor acabamento de carcaça. São abatidas aos 18 meses e não pesam menos que 18@. Assim que são apartadas de suas mães, vão direto para o confinamento, onde recebem uma dieta controlada para crescimento, deposição de gordura na carcaça e marmoreio.
 
O abastecimento regular é garantido internamente, nas fazendas da companhia em Goiás e Mato Grosso, além de produtores e confinadores parceiros. Quem adere ao programa recebe assistência técnica, orientação das empresas parcerias quanto ao manejo alimentar e tem acesso a melhor genética Angus VPJ. “É uma garantia para nós e uma vantagem tremenda para eles, que passam a experimentar uma pecuária tecnificada e a controlar melhor o potencial de resultados do negócio. Podem vender sua produção à VPJ Alimentos e receber uma bonificação de até 10% sobre a arroba do boi gordo, explica o gerente comercial e de fomento do Grupo VPJ, Walter Celani Júnior.
 
Celani esclarece que em hipótese alguma são aceitos animais com predominância fenotípica zebuína. Inspetores do programa de certificação acompanham o processo de abate nos frigoríficos credenciados, do desembarque do gado até a embalagem dos cortes porcionados ou industrializados, garantindo o padrão e a origem dos produtos comercializados pelo empreendimento.
Mais informações em 
www.vpjalimentos.com.br

 

Presidente do Grupo VPJ é eleito melhor produtor de carne de qualidade do Brasil

Pec Press em colaboração

ÁGUA BOA NEWS

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário