13/11/2017 - Famílias de Cocalinho, Nova Nazaré e Ribeirão Cascalheira recebem cartão alimentação

13/11/2017 - Famílias de Cocalinho, Nova Nazaré e Ribeirão Cascalheira recebem cartão alimentação

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social, entrega cartões Pró-família para os municípios de Cocalinho, Nova Nazaré e Ribeirão Cascalheiranesta sexta-feira (10.11) e sábado (11). Nos três municípios, 157 famílias serão beneficiadas com o cartão alimentação que garante uma transferência de renda no valor de R$ 100 para serem gastos exclusivamente com alimentação.

A secretária de Estado de Trabalho e Assistência Social, Monica Camolezi, enfatiza que o grande diferencial do Pro-família é o foco no monitoramento e acompanhamento das famílias assistidas. “O monitoramento contínuo feito pelas agentes de saúde e assistentes sociais, que compõem a equipe técnica, é o maior benefício dado às famílias. O nosso objetivo é comemorar a saída dessas famílias do programa, com qualificação e uma condição de vida mais digna”, destacou.

As famílias beneficiadas podem fazer as compras em mercados em todo o Estado que estão aptos para receberem o cartão alimentação do programa Pró-Família. A rede credenciada está distribuída nos 141 municípios que aderiram ao programa Setas.

Além da transferência de renda de R$100, o programa garante o apoio multidisciplinar e preferência nos cursos de qualificação e vagas de emprego.

O programa está presente em 55 municípios do Estado e já foram entregues 7.112 cartões do Programa Pró-família.
 
Cofinanciamento Social

O Governo do Estado também faz o repasse do cofinanciamento social para os três municípios, sendo: Cocalinho R$ 33.127,00; Nova Nazaré R$ 32.092,00 e Ribeirão Cascalheira R$ 31.019,00.
Esse valor corresponde ao Fundo Estadual da Assistência Social e irá garantir os atendimentos diários à população por meio dos serviços da rede como o Centro de Referência em Assistência Social (Cras).

O público prioritário em suas ações são os beneficiários de algum benefício da Assistência Social, como o Bolsa Família, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou outros, ou ainda famílias em situação de vulnerabilidade social devido à fragilização dos vínculos familiares ou com a comunidade.

 

 

 

Katiana Pereira | Setas-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário