15/01/2013 Menor é Internado, mediante representação do ministério Público

Narram os autos acerca da Representação Pública Estadual em desfavor do Menor Infrator N. de S. M, (vulgo Dunga) como sendo o autor da conduta delituosa de estupro e de atentado violento ao pudor.   

Em síntese, que no dia 18 de fevereiro de 2008, o menor N. de S. M. com o intuito de satisfazer sua própria lascívia tentou constranger a prática de conjunção carnal e de ato libidinoso diverso da conjunção carnal, mediante violência, uma criança 7 (sete) anos de idade, não consumando seu intento por circunstâncias alheias a sua vontade.
    .
O ilustre representante Ministerial apresentou os memoriais pugnando pela procedência da representação, eis que fora comprovada a materialidade e autoria delitiva, requerendo a aplicação de medida de internação.

A defesa do menor manifestou-se, requerendo a absolvição do infrator no que pertine ao delito de tentativa de atentado violento ao pudor, argumentando-se em sua tese fato de não caracterizar o delito em comento. Quanto ao delito de tentativa de estupro, por ser o infrator réu confesso, requereu a aplicação de medida sócio educativa, sugerindo a liberdade assistida.

No entanto, a justiça deliberou pela internação do menor infrator, através do MM Juiz Leonísio Salles de Abreu Junior, do Juizado da Infância e da Juventude, que no dia 03 de janeiro de 2013, expediu Mandado de Internação.

Segundo o delegado Doutor Waner dos Santos Neves, Nathan foi capturado pela Policia Civil na noite de quinta – feira (03), e no dia seguinte pela manhã, momentos antes de ser encaminhado para o presídio local,  conseguiu empreender fuga furando um buraco na cela da Delegacia, tomando rumo ignorado. A partir deste momento foram realizadas buscas e campanas com o apóia de uma equipe da Policia Militar, até que por volta das 17:30hs de domingo (06) ele foi recapturado entregue no presídio local e imediatamente recambiado para o Instituto Centro Socioeducativo de Cuiabá – MT, observando as cautelas legais previstas no Estatuto da Criança e do adolescente quanto ao transporte e custódia de criança e adolescente.



Fonte: Policia Judiciária Civil para “O Repórter do Araguaia”.
 
 

Comentários

Data: 16/01/2013

De: eu

Assunto: começou

Começou bém o juiz, e assim que nos sidadões queremos, que bandido como esse fique prezo pois o bicho e perigoso.

Data: 14/01/2013

De: Lidia Sinara Postatto

Assunto: Até que enfim aconteceu...

Esta de parabens o Juiz da cidade de São Félix do Araguaia pela brilhante ação de justiça em que esse criminoso mais uma vez vai parar na cadeia pela crueldade, roubos e furtos que ele vinha fazendo na cidade e não parava preso por ser menor de idade....Tomara que sirva de exemplo para outros menor que também aprontam na cidade....

Novo comentário