14/02/2014 - Porto Alegre do Norte: 4,32 milhões em convênios firmados em apenas 1 ano

Para muitos o ano de 2013 foi marcado por um grande desgaste político para a gestão de Emival Freitas. Se por um lado a oposição conseguiu difundir que sua gestão estava um caos, por outro o prefeito se aproveitou do apoio político para firmar convênios; e com uma equipe técnica bem superior à média, Porto Alegre será um dos municípios a mais receber recursos.

Para conseguir esses recursos, o gestor não perdeu prazos e garantiu mais de 4,3 milhões de reais em convênios. Seguindo a cartilha burocrática, a prefeitura municipal de Porto Alegre do Norte apresentou inúmeros projetos e se cadastrou em vários programas, tanto estaduais quanto federais: “Sabemos que nesta corrida o município tem que estar apto a receber recursos e acima de tudo tem que estar adimplente (com os débitos quitados). No passado a cidade perdia muitos recursos por conta de irregularidades” “, relata João Ires M. Sales que hoje está à frente dos convênios.

Convênios firmados não representam as obras em si, pois ainda existem passos a serem tomados, por isso o site olhar21 questionou sobre alguns aspectos, entre eles a famosa questão: Quando Porto Alegre começará a receber obras. 
João Ires explica que requer um tempo, pois todos eles foram firmados no ano passado, mas o gestor de convênios garantiu que a chance de todas essas obras serem executadas é de 100% e ressaltou que muitas serão iniciadas ainda este ano.

Por fim, ele esclareceu um fato ocorrido no ano passado, quando um vereador falou na tribuna da câmara que a prefeitura poderia perder o presídio feminino por leniência da administração. João Ires rebate esta informação e garante que todos os procedimentos cabíveis foram tomados e que a obra, inclusive, já foi licitada pela Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos. 

 

Olhar 21

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário