14/02/2015 - Cidades do interior de MT mantêm tradição do Carnaval de rua

Desfiles em cidades como Leverger e Livramento são tradicionais. Blocos levam milhares de pessoas às ruas durante o período de folia.

 

A realização do Carnaval popular pode não ter sido uma prioridade nos últimos anos em Cuiabá. Mas em alguns municípios do interior de Mato Grosso a organização da folia é parte integrante do calendário local e bastante esperada pela população. Em São Félix do Araguaia, Nova Xavantina, Barra do Garças, Santo Antônio do Leverger, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Guiratinga e Arenápolis, por exemplo, a festa continua a ser realizada ano após ano, e costumar levar milhares de pessoas às ruas para celebrar o período.

 

"Desde que começou a ser feito o Carnaval nunca deixou de ocorrer aqui. Uma coisa que ajudou a manter a tradição foi a prefeitura ter começado a mexer com isso - até porque é obrigação dela fornecer lazer à população”, declarou o diretor de Cultura de Poconé, a 104 km de Cuiabá. "O que não pode é deixar morrer o espírito de Carnaval", observou.

 

Abaixo, o G1 conta um pouco da história do Carnaval nesses municípios:

 

São Félix do Araguaia

O CARNAFOLIA de São Félix do Araguaia promete ser um dos melhores da região Norte Araguaia. Uma tradição que a população participa todos os anos e considerado ser um dos melhores carnavais da região. A primeira noite de carnaval promete ser muito animado e tranqüilo. A expectativa da Prefeitura de São Félix do Araguaia é de reunir na Avenida Araguaia, Caís da cidade um número grande de foliões local e da região.

 

Mesmo com crise financeira no estado, alguns prefeitos do interior Mato Grosso decidiram manter a tradição e realizar Carnaval em 2015 para alegria dos foliões.

 

O Carnaval acontece nos dias 14, 15,16 e 17 de fevereiro na Avenida Araguaia, no Caís, as margens do rio Araguaia a programação foi anunciada pela Prefeitura Municipal de São Félix do Araguaia e será animado pelas as bandas; Shwing da Cohab, Banda Bravox e bandas locais, estarão alegrando os foliões são-féxlicenses e de toda a região. A programação foi anunciada pela Prefeitura Municipal de São Félix do Araguaia


Barra do Garças

O público lotou a Avenida do Samba na Abertura do Carnaval de Rua em Barra do Garças, na primeira noite foram mais de 10 mil foliões que dançaram ao som de DJ Vinícius Peliçário, Banda Bravoxi e Rodrigo Souza. A animação começou na concentração dos Blocos e por volta de meia noite a Pista dupla do Samba estava completamente lotada. Os Blocos vencedores dos dois últimos anos mais uma vez foram os destaques da primeira noite, juntos ‘Beija eu’ e ‘Os Piroka,s’ levaram para a avenida mais de 1000 pessoas com muitas novidades, os Blocos disputam R$ 10 mil em prêmios.

 

O Carnaval de Rua de Barra do Garças é realizado através de parcerias com a iniciativa privada sem a utilização de recursos públicos e além de aquecer a economia gera mais de 200 empregos temporários diretos.

 

Nova Xavantina

O carnaval em Nova Xavantina não terá, este ano, o tradicional CARNAVAL DE RUA, em razão de dificuldades financeiras em que o Poder Público está atravessando, no entanto, a folia será realizada em três locais, para a alegria dos foliões.

 

O CTG, Centro de Tradições Gaúchas irá realizar o carnaval nas cinco noites, com início na noite de sexta feira, dia 13 e o encerramento será na noite de terça feira, dia 17. Segundo o Patrão do CTG a folia será animada pelo Dj Flávio Santos, com som mecânico de primeira qualidade, com o fim de proporcionar um carnaval seguro, alegre e tranquilo.

 

O Centro de Tradições Gaúchas conta com um pátio para que os foliões de outras cidades possam acampar, com segurança e toda a infraestrutura necessária, com banheiros e churrasqueiras.

 

Poconé
O Carnaval de rua na cidade começou ainda na década de 80, com apenas um bloco na praça. Há aproximadamente 15 anos, a prefeitura começou a organizar a festa em parceria com os organizadores de antigamente. "Era uma festa bem tradicional, familiar, com o grupo Funil. Era bem menor que o de hoje em dia. Depois da entrada do poder público que se tornou algo maior", disse o diretor de Cultura municipal, Wanderley Silva.

 

Ao longo dos anos, o Funil acabou e outros foram surgindo. A expectativa é que a festa popular deste ano reúna entre cinco e seis mil pessoas - muitas delas turistas em hotéis das proximidades da cidade, que fica na região do Pantanal.

 

Nossa Senhora de Livramento

A Bananafolia, festa popular do município, distante 42 km de Cuiabá, é realizada há 22 anos pela prefeitura, informou o secretário municipal de Obras, Manoel Gonçalo de Campos. Escolas de samba como Casarão e Unidos do Sossego chegaram a fazer desfilar durante alguns anos, mas foram desativadas em 2001. Um dos motivos do fim foi o alto custo para mantê-las. A partir daí, os blocos começaram a ficar mais fortalecidos, com concentração e venda de abadás.

 

Nos últimos dois anos, a prefeitura realizou o evento com a praça fechada e cobrando entrada dos foliões. Mas, após a repercussão negativa da medida, resolveu voltar a fazer a festa de forma gratuita. O Executivo municipal organiza o Carnaval na cidade desde 1993. Este ano, a expectativa é que de oito mil a dez mil pessoas curtam a festa na cidade.

Arenápolis
O Carnaval de rua do município, a 259 km de Cuiabá, começou a ser realizado no início da década de 90, depois que um grupo formado por cinco amigos decidiu por conta própria organizar a folia. "Quem idealizou tudo foi o 'Paulo Japonês', dono de um bar aqui na cidade, e nós resolvemos ajudar", contou José Eustáquio da Silva.

 

O filho de Eustáqio dele pertence ao bloco 'É Nóis de Boa' que,  juntamente com 'Os Penetras', deve animar a festa deste ano.

 

 

Santo Antônio do Leverger

Os nomes dos blocos da cidade são alguns dos mais irreverentes do Carnaval do estado. O primeiro deles, o 'Seu Que Brilha' surgiu há 41 anos. Depois vieram outros como o 'Pau Brilhoso' e o 'Pelô meu Saco', sempre mantendo o tom jocoso no título. "Depois que foi criado o primeiro, era preciso que os demais também tivessem nomes engraçados, para seguir a mesma linha", disse Judson Fernando, um dos que fundou o bloco Pelô Meu Saco.

 

Os blocos considerados menores também têm nomes peculiares. Alguns deles são 'Mole Não Entra', 'Os Redondos', 'Pacu na Vara' e 'Boca de Álcool'. A organização do evento espera que mais de 40 mil pessoas compareçam ao município durante o período.

 

"As pessoas respiram carnaval, têm expectativa para a data. E não é só pela animação. Elas alugam casas, conseguem aumentar a renda. É uma festa que movimenta o comércio também", disse Fernando.

 

Guiratinga
A parte mais tradicional do Carnaval da cidade a 334 km de Cuiabá é o desfile do 'Bloco dos Caretas'. Os membros do grupo, todos homens e usando máscaras, realizam o tradicional desfile pelas ruas da cidade desde 1948. O bloco surgiu porque, na época, os moradores não tinham dinheiro para pagar por fantasias mais elaboradas. Assim, confeccionaram as próprias máscaras. Na mesma época, também surgiu o Bloco dos Caretinhas, voltado ao público infantil.

 

Aproximadamente oito mil pessoas são esperadas para a festa deste ano, que vai contar ainda com a apresentação de bandas. "Há pelo menos seis anos a prefeitura ajuda com os custos para que os Caretas e os Caretinhas possam fazer o desfile", disse o secretário de Cultura do município, Dinivaldo Lima.

 

 

O Repórter do Araguaia com Do G1 MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário