14/04/2015 - Empreiteira alega calote e abandona obra da Copa em Cuiabá

Os funcionários das obras do Complexo Viário do Tijucal, uma das intervenções em Cuiabá que deveria ter ficado pronta a tempo da Copa do Mundo de 2014, pararam as atividades há cerca de um mês porque estão com salários atrasados. A construtora responsável, Enpa Engenharia Ltda, afirma que a situação foi causada em função da falta de repasses por parte do estado e do governo federal. A empresa toca ainda obras nas BRs 364 e 070. Os funcionários recebem entre R$ 2 mil e R$ 4 mil, e a maior parte deles veio de outros estados para trabalhar nas obras, afirmam os trabalhadores.

 

A Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT) disse que está analisando as pendências relacionadas ao contrato das obras do complexo viário, assim como o resultado da auditoria realizada pela Controladoria Geral do Estado (CGE). "Nossa situação é complicada. Temos pais de famílias, pessoas de fora que estão sem pagamento há dois meses. E o pior é que a empresa fala que ainda não tem previsão de pagar os salários atrasados, porque depende de repasses dos governos estadual e federal. Só que a gente não trabalha para os governos, trabalha para uma empresa", disse o auxiliar de laboratório, Edilson Monteiro.

 

Francisco Campos, auxiliar administrativo da Enpa Engenharia, confirmou que ainda não há prazo para regularizar a situação salarial dos trabalhadores. "Realmente existe o atraso. Mas isso é uma bola de neve. Não recebemos repasses do DNIT desde outubro de 2014. E o estado bloqueou os pagamentos das obras da Copa. Então, a situação está complicada", disse.

 

O Complexo Viário do Tijucal está orçado em R$ 36,7 milhões e é composto por seis obras - entre eles o viaduto, que tem 520 metros de extensão, e uma trincheira de 720 metros. O viaduto e a rotatória já foram liberados para o tráfego de veículos, mas a obra da trincheira ainda está em andamento.

 

A assessoria da Secid-MT informou ainda que o secretário Eduardo Chiletto já se reuniu com as empresas do consórcio responsável - entre elas a Enpa - para repactuar os cronogramas físicos e financeiros das obras do Complexo Viário do Tijucal. Além disso, a pasta informou que está tentando levantar dinheiro para retomar a obra.

 

 

 

G1

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário