14/05/2012 - Dilma é eleita a segunda mãe mais poderosa do mundo pela 'Forbes'

 

A presidente Dilma Rousseff foi eleita pela revista 'Forbes' como a segunda mãe mais poderosa do mundo, atrás da secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton.

 

A lista foi feita por ocasião do Dia das Mães, que é celebrado em vários países do mundo neste domingo. A revista também publicou o ranking das mães mais ricas do planeta, que inclui a brasileira Dorothea Steinbruch (15º lugar), viúva do co-fundador do Grupo Vicunha, que controla a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

 

A presidente mundial da PepsiCo, Indra Nooyi, foi eleita a terceira mãe mais poderosa do mundo. A revista afirma que as mães poderosas têm que desenvolver 'estratégias únicas' para serem bem-sucedidas em suas carreiras profissionais e na vida familiar. A publicação diz ainda que algumas delas, como Indra, abandonam uma reunião importante quando recebem uma ligação de seus filhos.

 

Na quarta colocação da lista está a diretora de operações do Facebook, Sheryl Sandberg, que disse à revista que todos os dias deixa seu trabalho às cinco e meia da tarde para jantar com seus filhos e sua família.

 

O quinto lugar é de Melinda Gates, copresidente da fundação que leva seu nome e o de seu marido, Bill Gates, seguida pela política indiana Sonia Gandhi e pela primeira-dama americana, Michelle Obama.

 

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, ocupa o oitavo lugar, na frente da presidente do grupo alimentício Kraft, Irene Rosenfeld, e da diretora-executiva do 'The New York Times', Jill Abramson (10).

 

A outra mãe latino-americana que aparece no ranking é a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que figura na 13ª colocação, na frente da cantora Beyonce Knowles. A vencedora do último prêmio Nobel da Paz, a birmanesa Aung San Suu Kyi, aparece na 20ª colocação. A revista destaca que muitas das mães da lista reconheceram em público as dificuldades de conciliar sua carreira com a maternidade.

 

Já o ranking das mães mais ricas, que têm uma fortuna somada de cerca de US$ 317 bilhões, é liderado pela americana Christy Walton, viúva do herdeiro do grupo Wal-Mart. Em seguida, aparecem a francesa Liliane Bettencourt, herdeira do império L'Oréal, e a chilena Iris Fontoba, viúva do multimilionário Andronico Luksic.

 

da EFE

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário