15/05/2015 - KIZOMBA DO NEGRA: Evento do Negra comemora 10 anos de resistência no interior do Mato Grosso

A Lei Áurea, que aboliu oficialmente a escravidão no Brasil, foi assinada em 13 de maio de 1888, mas a data não é comemorada pelo movimento negro brasileiro porque apesar da abolição formal os negros continuaram excluídos do processo social. Então a partir dos anos 80 a data passou a ser considerada pelo movimento negro como um dia nacional de luta contra o racismo. E, ontem, dia 13 de maio, no saguão do Campus Universitário Jane Vanini, em Cáceres, houve uma Roda de Conversa acerca das políticas afirmativas desenvolvidas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em prol da população negra.

Para a Roda de Conversa, que faz parte da programação do “Kizomba do Negra: 10 anos de resistência no interior do Mato Grosso” estiveram presentes representantes da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh); da Superintendência da Promoção da Igualdade Racial de Mato Grosso (Suppir); da Unemat; do Centro de Referência em Direitos Humanos (CRDH); do Núcleo de Estudos sobre Educação, Gênero, Raça e Alteridade (Negra).  

O evento Kizomba do Negra: 10 anos de resistência no interior do Mato Grosso é promovido pela Unemat, através do Negra, sob a coordenação do professor Paulo Alberto dos Santos Vieira. A programação iniciada no dia 05 encerrará no dia 30 de maio. “O conjunto de atividades festivas, propositivas e reflexivas sobre o tema da educação das relações étnico-raciais e as relações sociais que se estabelecem entre grupos de distintas pertenças raciais é a forma como o Negra está comemorando 10 anos de atividade em Mato Grosso”, informou Paulo Vieira.

A Unemat ainda comemora, em 2015, 10 anos do Programa de Integração e Inclusão Étnica e Racial (Piier) que destina 25% das vagas totais oferecidas para candidatos autodeclarados negros. Do segundo período letivo de 2005, quando foi implantado o Piier, até o primeiro período letivo desse ano, 9.350 vagas foram ofertadas para candidatos autodeclarados negros dos cursos presenciais de oferta regular.

Programação para os próximos dias do Kizomba do Negra:

19 de maio - apresentação de pesquisas concluídas;

20 de maio – apresentação de pesquisas concluídas;

26 de maio – Festival Itinerante do Cinema Negra – Sede do Negra – Cidade Universitária;

29 de maio – I Mostra Científica do Negra – no Laboratório de Ensino de Geografia.

Estiveram presentes na Roda de Conversa: O professor Alexandre Porto (Reitoria/Unemat); Valci Aparecida Barbosa (Proeg/Unemat); Silviane Ramos (Suppir/Sejudh); professora Leni Hack (CRDH); professor Paulo Vieira (NEGRA); Guilherme Anaxia Fordes (Sejudh/MT); Cynara Piran representante do Deputado Estadual Dr. Leonardo; entre outros.

 

 

Escrito por Hemilia Maia da assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário