14/05/2016 - Cadela oferece ‘resistência’ à prisão de traficantes em Comodoro

14/05/2016 - Cadela oferece ‘resistência’ à prisão de traficantes em Comodoro

Um casal de traficante foi preso pela Polícia Civil em Comodoro, na tarde de quinta-feira (12.05). No momento da condução,  a cadela de estimação da presa subiu junto na viatura e depois de dar bastante trabalho aos policiais foi retirada do veículo.

A suspeita, Natthielle Fabiolla Jobins, 20, era responsável pela entrega de droga feita sob encomenda ao seu companheiro, Julian Ramos Arcari, 27 anos. Ambos foram presos depois de 15 dias de levantamentos da Polícia Civil, iniciado com denúncia do comércio de drogas na residência do casal.
O delegado André Eduardo Ribeiro contou que a mulher já estava na viatura quando a cadela de nome Pandora subiu na parte traseira do veículo, permanecendo ao lado dona. “Ela não queria se separar da dona. Chamamos várias vezes e nada do animal descer. Deu trabalho, chegou avançar em um investigador, mas conseguimos tirá-la da viatura. A conduzida chorava ao ver aquela cena do cão subindo na viatura”, declarou o delegado.

Um investigador da Delegacia disse que tiveram que tirar a presa da viatura, para que a cadela saísse. “Depois que ela saiu, colocamos a presa novamente e fechamos a viatura rapidamente”, complementou o policial.

A mulher recebeu voz de prisão depois de entregar uma porção de maconha para um caminhoneiro usuário de droga, próximo a um posto de combustível na cidade. Ele tinha feito o pedido ao companheiro dela, Julian Ramos Arcari.

Em buscas autorizadas pela Justiça na casa do casal,  os policiais flagraram Julian cortando um pedaço grande de maconha, que seria dividida em porções menores para a venda no varejo. Continuando a revista, mais uma porção foi encontrada no freezer da geladeira.

A cadela de nome Pandora é uma mistura de Labrador com vira-lata. Ela ficou com a sogra do preso, que foi na casa para fechar o imóvel. O casal está preso na cadeia pública local.

 

 

 

Assessoria Policia Civil

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário