14/06/2012 DEPOIS DE 5 ANOS JUÍZ É TRANSFERIDO DE SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA (veja o vídeo com a mensagem deixada a população)

O Repórter do Araguaia entrevista o juiz Dr. Marco Antonio Canavarros dos Santos abordando vários assuntos.

 

Visita do desembargador Rubens de Oliveira Santos Filho Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso:

Dr. Marco: O pedido de sua visita a comarca de São Félix foi feita porque entendeu que os servidores precisam dialogar, ou seja, a comarca em si precisava dessa aproximação para que possam relatar os trabalhos, e ouvir os servidores e conhecer mais de perto as necessidades, até porque tem muito tempo que o último presidente do tribunal de justiça compareceu a esta comarca, e quem ganha com isso é a sociedade de um modo geral. “Deixamos de realizar as sessões plenárias na câmara municipal porque acabava coincidindo com os horários das sessões da câmara ou de outros eventos que eventualmente a câmara coloca o ato a disposição e por isso será realizado em um local mais adequado construído pelo próprio tribunal de júri, com cozinha, banheiros, sala secreta, sala com sela para o réu se for o caso”. Finaliza Dr. Marcos

 

Ausência da Defensoria Pública:

Dr. Marco: Os que mais sofrem com isso são os mais necessitados e o que eles tem feito é procurar o fórum falam o tipo de ação e nós estamos nomeando advogado custeado pelo estado, só que muitas das vezes o advogado é particular e ele tem o seu trabalho regular normal e como a população nossa a maioria é muito carente muito necessitada o advogado não tem tempo de pegar dez, quinze, vinte casos da ativa, primeiro que esse valor estipulado não se sabe como ele vai receber, portanto a ausência da defensoria pública em São Félix do Araguaia tem causado um pânico fez um ano em fevereiro, um caos, até para os andamentos dos processos está vivendo de favor, pedindo os advogados pra fazer uma audiência aqui, dali, ou seja, vários processos dessas pessoas que necessitam estão parados por que é necessário a presença do advogado e o advogado particular às vezes não pode pegar, até porque ele precisa se preocupar com seus devidamente constituídos, ou seja, que fizeram contratos não àquele que a justiça nomeou isso é muito prejudicial creio eu que não pode mais um ano sem defensoria pública será um problema muito grave até porque os últimos defensores que passaram por aqui eram pessoas muito laboriosas, muito trabalhadoras, houve mês que um só colega da defensoria ingressou com 400 ações, calculo então que devemos ter de duas á três mil ações tocadas pela defensoria pública, são ações que estão andando de forma capenga, lenta, então São Félix e região não pode ficar sem defensoria pública.

 

Na oportunidade “O repórter do Araguaia” questionou se a cara dos novos prefeitos e vereadores tende a mudar por causa das novas regras, ou seja, “ficha limpa”?

Dr. Marco: Precisamos ver se São Félix está adaptado para essa nova mudança, até porque por experiência de quase cinco anos morando aqui percebo que o Sãofelicense se adapta aos pouco, a lei da ficha limpa vai ajudar sim talvez uma limpeza uma nova colocação das pessoas no sentido de como essas pessoas são vistas pra sociedade, e inclusive vai ser vetada essa candidatura logo no registro e com certeza vamos ter chuvas e mais chuvas de registros de impugnações de candidaturas, de mandato eletivo não vou falar só em São Félix mais a tendência é essa, o que eu esclareço é que dia dezoito (18/06) está chegando um novo magistrado, então eu não estarei mais nesta comarca posso dizer que ele vai ter muito trabalho, porque a eleição aqui é complicada porque são quatro municípios, muito candidato a vereador e a prefeito e aqui tem sua peculiaridade até pela distância, falta de comunicação a internet é bastante fraca. Explicou o magistrado.

 

Prisão de Idalécio, acusado de ter matado o garçom Genivaldo:

 Dr. Marco: Nomeamos um advogado para que ele apresente sua defesa, esse processo estava suspenso já que em tese ele teria fugido e com a prisão dele voltamos a tramitar esse feito, ele foi citado como ele não tem advogado nomeei um advogado de Ribeirão Cascalheira para trabalhar para ele só que esse advogado não comparece aqui ele só costuma vir aqui quando é pra pedir a liberdade provisória, mais quando é convocado para comparecer nas audiências ele não vem, ou seja, ele joga toda responsabilidade para gente, para nomear outros advogados militantes em São Félix do Araguaia, então o processo dele está bem na fase embrionária inicial, o que vier agora vai fazer a defesa o juiz deve ou não receber a denuncia e marcar audiência de instrução onde são ouvidas todas as testemunhas o réu é interrogado podendo ser feitas as alegações finais orais ler aquele ato e sentenciar naquele ato.

 

 

Escrito por: Ivone Lima / Entrevista: Vanessa Lima

Fonte “O Repórter do Araguaia com Pontal do Araguaia News “          

Comentários

Data: 04/02/2015

De: Pereira Barreto

Assunto: Indignado

Pois saiba que Nova Xavantina compartilha da opinião dos moradores de São Felix, vagabundo e sem vergonha.
Eu tive o desprazer de ter um caso julgado pelo Senhor Meritíssimo Juiz Marco Canavarros dos Santos e posso afirmar, o mesmo analisa os processos com o mesmo critério e cuidado que usa aos escolher suas cuecas. Total descaso e desrespeito com os cidadãos que pagam o seu salário.

Data: 05/02/2014

De: Marco Canavarros

Assunto: indignado

Parabéns pelo ridículo comentário. Devo ter cometido algum crime para ser preso. O senhor fala em incompetência e vagabundagem, contudo, não tem ideia da nossa produtividade, da nossa disposição e carinho com a cidade de São Félix. Nos anos que passeia aí, apenas não tapava o sol com a peneira; eu emitia a minha opinião. Com certeza, o senhor é uma pessoa muito pobre de espírito e sequer tem o conhecimento do trabalho de um Juiz nessa cidade, muito menos do meu dia a dia.

Data: 24/09/2013

De: Renato Casa Nova

Assunto: Indignado

Vi o vídeo e estou com ânsia de vômito. Seu incompetente, seu vagabundo, você não está nem aí para São Felix. Você não deveria ser transferido, você deveria ser preso e obrigado a devolver todo o dinheiro que recebeu dos cofres públicos nos últimos anos.

Novo comentário