14/060/2014 - Policiais militares reclamam de carga de 12 horas e "lanchinho humilhante"

Os policiais militares que estão trabalhando na segurança da Copa, em Cuiabá, estão reclamando do lanche que é servido, um hot-dog simples e uma latinha de refrigerante.

 

De acordo com a denúncia enviada ao o ODoc, por meio de fotos, os cerca de 1.500 homens da força de segurança especial recebem o lanche para ficarem nos postos por 12 horas de trabalho ininterrupto. A foça policial é composta de PMs, bombeiros, guarda municipal e "Amarelinhos", mas cada órgão tem seus critérios para fornecimento do lanche.

 

Nas imagens em poder de O Doc dá para ver o enfileirado de militares se alimentando com o “lanchinho", que ironizam como "padrão Fifa”.

 

_"O engraçado é que enquanto somos obrigados a nos manterem firmes e fortes na vigilância para garantir a ordem, as autoridades ficam em locais 'vips' (o que é normal), mas os comes-e-bebes são alimentos de qualidade", disse um militar da Rotam para a reportagem. Segundo os militares, o lanche disponibilizado para os soldados do Exército são muito superiores em qualidade.

 

O efetivo policial formado por PM's e outras frentes atendem a cerca de 60 mil turistas, que vão comemorar e assistir aos jogos em Cuiabá durante o mundial (Fan Fest, Arena Pantanal e outros pontos da Capital).

 

Por outro lado, os militares da Rotam ainda questionam e afirmam que não estão recebendo diárias. “Os agentes da segurança nacional estão recebendo R$ 300 de diária e nós nem um centavo”, ainda temos que trabalhar sem um almoço e sem jantar, um absurdo”, disse um militar, que não quis se identificar.

 

Versão do comando

De acordo com a assessoria de imprensa da Policia Militar, "não há nenhuma queixa nesse sentido". A PM também informou que os lanches e seus conteúdos são critérios das regionais e que os militares escalados para o trabalho de vigilância e policiamento saem de casa às 13 horas e os que atuam na Copa recebem lanches apenas como reforço.

 

A qualidade dos lanches, segundo informou um assessor da PM, será apurada.

 

 

SHEILA BORGES

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário