Em Aruanã, interior de Goiás, é possível contratar, nos hotéis, o serviço de um barco cadastrado na associação local de barqueiros. A diária, que custa a partir de R$ 600, inclui combustível, material de pesca e piloto.

Não se esqueça de levar: chapéus e bonés, protetor solar, repelentes, camisetas de manga longa e calças para não sofrer com o sol.

Para aproveitar, acorde cedo. Antes mesmo de o sol nascer, os barqueiros já estão prontos para transportar os turistas. Carregadas de mantimentos para o almoço, combustível extra e bebidas, as embarcações sobem o rio em busca dos melhores pontos para a pesca.

Todos são orientados sobre a legislação de Goiás, que exige a devolução do peixe após a captura. Se a intenção for o consumo, o limite é de cinco quilos por pessoa. O intuito da cota é proteger as espécies ameaçadas de extinção, como pirarara, piraíba, jaú e dourado.

Perto da hora do almoço, o barco para em uma das pequenas praias que surgem no rio entre junho e agosto, período de seca do Araguaia.

A refeição é simples: arroz, salada e peixe. Há quem prefira fazer churrasco.

A parada também é um bom momento para observar os pássaros que se aproximam e devoram os miúdos jogados na água. Antes de partir, todo o lixo é recolhido e levado para o barco.

Aruanã é conhecida como a praia do goiano. Nos meses de seca, o lugar fica lotado. Estruturas completas são montadas, incluindo, em alguns casos, geradores, chuveiros e helipontos.

A cidade também conta com uma casa de cultura indígena, mantida pelo cacique Hawakati Mauri, 65, da tribo dos carajás.

Para completar a viagem pelo rio Araguaia, vale esticar mais 320 km pela estrada até a pequena Luiz Alves, conhecida por atrair visitantes em busca de peixes grandes.

Se a pesca render, o turista não vai conseguir postar as fotos nas redes sociais imediatamente. Isso porque rede de celular da cidade não suporta conexão com a internet, e o wi-fi, disponível em pousadas e hotéis, é fraco na maioria das vezes.

Por causa da seca do rio, julho também é o melhor mês para visitar Luiz Alves. As praias formadas são um convite para o banho, mas é preciso atenção: jacarés e piranhas frequentam a região.

Para o viajante que estiver disposto a encarar mais uma hora de barco, uma boa opção de acomodação é a Pousada Cristalino, isolada e acessível somente pelo rio.

"Foram quase dois dias de viagem, com escala em São Paulo, mas vale muito a pena todo esse esforço", diz Maria Dirce, 55, que saiu de Curitiba (PR) com o marido e mais seis amigos rumo à pousada no rio Cristalino, um dos afluentes do Araguaia.

O grupo foi recepcionado de forma inusitada: um filhote de jacaré descansava na margem da praia e não pareceu se intimidar com o movimento dos barcos e turistas.

Sempre acompanhada do marido, Wilson Carraro, 58, Dirce aproveita suas férias para praticar a pesca esportiva Brasil afora. Amazonas e Pantanal estão na lista de lugares visitados.

O jornalista viajou a convite do Sebrae-GO

2.100 km
é a extensão do rio Araguaia, que nasce em Goiás, passa por Mato Grosso, Tocantins e deságua no rio Tocantins, no Pará

300
espécies de peixes habitam a bacia dos rios Araguaia e Tocantins. A piraíba é considerada o maior peixe de couro de água doce do país, com até 2,5 m de comprimento

25 etnias indígenas estão distribuídas em 53 demarcações de terra na bacia dos rios Tocantins e Araguaia
Fonte: ANA (Agência Nacional de Águas)

COMO CHEGAR

Aeroporto de Goiânia ou de Brasília
Dessas cidades saem ônibus até Aruanã (GO), a 260 km da capital goiana e a 480 km do Distrito Federal. De Goiânia a Aruanã são cerca de três horas a mais de viagem. De Brasília, são sete horas no ônibus

Aeroporto de Aruanã
Só para aeronaves de pequeno porte

ONDE FICAR

Hotel do Sesi Aruanã
Valores vão de R$ 64, o quarto individual em baixa temporada, até R$ 468, para seis pessoas em alta temporada. Fica a menos de 50 metros do Rio Araguaia. Com wi-fi. sesiaruana.com.br

Pousada Eliana
Acomodações com vista para o encontro do rios Araguaia e Vermelho. Suítes de R$ 210 a R$ 400 (com hidromassagem). Tem wi-fi. pousadaeliana.com

Pousada Pescador
Chalés e apartamentos com ar-condicionado. Com piscina e sauna. Diária com refeições a partir de R$ 260 por pessoa. pousadapescador.com.br

Pousada Cristalino
Quartos com quatro camas de solteiro, ar-condicionado e vista para o rio Cristalino. Diária a partir de R$ 230. pousadacristalino.com

Pousada Canoeiros
Em Luiz Alves, às margens do rio Araguaia. Diária a partir de R$ 214, por pessoa, na suíte standard, com pensão completa e piscina. pousadacanoeiros.com.br

ONDE IR EM ARUANÃ

Restaurante Sabor e Arte
Refeições de R$ 15 a R$ 60, para duas pessoas. Chope artesanal e wi-fi. Rua Antônio Pinheiro Artiaga, 857, no centro. Telefone: (62) 3376-1272

Sorveteria Nominato
Sorvete italiano com vista para o rio Araguaia. Praça Couto Magalhães, no centro. Telefone: (62) 99636-7711

Açaí Avivar
Praça Couto Magalhães, no centro. Telefone: (62) 3376-1693 

 

FONTE: FOLHA UOL