14/08/2015 - Câmeras de alta tecnologia são instaladas na penitenciária de Água Boa

A penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva, em Água Boa, recebeu melhorias na segurança interna. Em julho, foi implantado na unidade o serviço de monitoramento eletrônico, por meio de câmeras de alta tecnologia que registram imagens com qualidade digital.

Os equipamentos filmam e armazenam imagens da fachada, corpo da guarda, galeria principal e das áreas de visita, além de monitorar a atuação de visitantes que, porventura, tentem entrar com objetos não autorizados pela direção. O investimento visa prevenir e identificar práticas ilegais na unidade prisional, bem como inibir tentativas de fugas, motins e rebeliões. A medida também proporciona mais segurança aos agentes penitenciários e servidores da administração.

De acordo com dados do Sistema Penitenciário (Sispen) da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), a unidade mista de Água Boa mantém 468 homens e mulheres privados de liberdade. A ação foi resultado de uma parceria entre diretores das unidades, Nilson dos Santos Penteado e Rafael José Rodrigues, e a Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário.

Em julho, o Governo do Estado também inaugurou na Cadeia Pública de Vila Bela da Santíssima Trindade uma Sala de Monitoramento, com dez câmeras instaladas em pontos estratégicos. Nela, os agentes penitenciários monitoram todas as celas, espaços administrativos e áreas interna e externa da cadeia.

A utilização de monitoramento tem auxiliado os órgãos de segurança pública, a exemplo da vigilância de recuperandos a partir do uso de tornozeleiras eletrônicas. Para isso, o Governo do Estado mantém o Centro de Monitoramento das Tornozeleiras Eletrônicas, que executa suas ações em conjunto com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciosp) e conta com o apoio tecnológico do Centro Integrado de Controle e Comando (CICC).

 

 

ALINE COELHO

Assessoria/ Sejudh-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário