14/09/2011 - Ex-prefeito morre em acidente na BA; neto de 7 anos é único sobrevivente

O ex-prefeito do município Presidente Jânio Quadros, na região sudoeste da Bahia, é uma das vítimas de um acidente que aconteceu na tarde desta terça-feira (13), na BR-116 Sul, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

José Viana dos Santos, de 66 anos, viajava na companhia da esposa, Valquíria Canguçu Alves Viana, de 57 anos, e de um garoto de sete anos, que segundo a PRF seria seu neto.

O acidente foi na localidade próxima à cidade de Antônio Cardoso, a 139 km de Salvador. De acordo com a PRF, o carro no qual as vítimas estavam bateu de frente com uma carreta no km-451, após uma ultrapassagem mal sucedida.

O motorista da carreta, de 43 anos, não sofreu ferimentos. Ele transportava sucata do Rio de Janeiro para Camaçari, na Bahia, em um veículo com placa de Santa Catarina. Segundo ele, o carro bateu na quina da carreta, rodou na pista e foi em direção ao acostamento.

Segundo a PRF, a criança estava no banco de trás do carro e teria dito que todos viajavam de Salvador para Vitória da Conquista, na região sudoeste do estado. O garoto que sobreviveu ao acidente foi socorrido para o Hospital Estadual da Criança, localizado em Feira de Santana, por uma ambulância da Via Bahia, concessionária que administra a rodovia.

Segundo a assessoria da unidade de saúde, a criança chegou lúcida e não corre risco de morte. Ela deve passar por exames médicos ainda nesta tarde.

José Viana dos Santos esteve à frente da administração do município de Jânio Quadros durante a década de 90.

 

G1

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.