14/09/2014 - Taques assina protocolo de intenções em encontro do Brasil Central

Para garantir o funcionamento do Consórcio Interestadual os seis Estados que compõe o Fórum do Brasil Central,terão que desembolsar R$ 11,4 milhões, divididos em R$ 1,9 milhão para cada ente federado. Na ocasião da assinatura do protocolo de intenções para a criação do consórcio, que ocorreu na sexta-feira (11), em Tocantins, o governador Pedro Taques (PSDB) destacou a musculatura política e econômica de cada um dos Estados do Brasil Central.

 

Fazem parte do bloco, os Estados de Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, Tocantins,Distrito Federal e Rondônia.

 

O protocolo foi assinado com o objetivo de apontar as diretrizes para funcionamento do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil, face a insatisfação em relação à falta de compromisso do governo federal com os Estados.

 

O consórcio tem o objetivo de determinar as áreas prioritárias a serem investidos os recursos estaduais. Entre o que foi acordado está a implementação do plano de turismo do Brasil Central, bem como a ampliação e modernização da infraestrutura turística regional.

 

Também fazem parte do pacote mais oito as áreas prioritárias que são as de agropecuária; industrialização; ciência, tecnologia e inovação; empreendedorismo; educação e infraestrutura e logística.

 

 

 

Francisco Borges | Redação 24 Horas News

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário