14/10/2013 - Um vídeo mostrando crianças indígenas enterradas vivas na Amazônia está causando comoção e revolta nas redes sociais.

As imagens são do documentário intitulado ‘Hakani’, dirigido David Cunningham, filho do fundador de uma organização missionária norte-americana, lançado em 2008
 
Na gravação, um dos irmãos da vítima se revolta e grita: “Eu cuido deles! Eu cuido deles!”, sem sucesso. Ainda utilizado por volta de 20 etnias entre as mais de 200 do Brasil, infanticídio leva à morte não apenas de gêmeos, mas também filhos de mães solteiras, crianças com problema mental ou físico, ou doença não identificada pela tribo. 
 
O tema já gerou projetos de leis e muita polêmica em torno de saúde pública, cultura, religião e legislação. Em 2004, o governo brasileiro promulgou, por meio de decreto presidencial, a Convenção 169 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que determina que os povos indígenas e tribais “deverão ter o direito de conservar seus costumes e instituições próprias, desde que não sejam incompatíveis com os direitos fundamentais definidos pelo sistema jurídico nacional nem com os direitos humanos internacionalmente reconhecidos”.
 
Entretanto, em novembro do ano passado, o jornalista australiano, Paul Raffaele, que participou de audiência pública na Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado, denunciou a tolerância ao crime de infanticídio e omissão de socorro a crianças expostas ao ato que ainda ocorre em tribos isoladas no território brasileiro.
 
Autor: Eliane Bento Silva
 
 
 

Comentários

Data: 25/10/2013

De: SOU DA PAZ

Assunto: Documentário

CONHEÇO O DOCUMENTÁRIO.

Não condiz com o intento das redes sociais, em difamar aos indígenas. Não se trata de todas as mais de 300 etnias indígenas de nosso solo pátrio, são exceções que por meio de instituições tem diminuído, levando a zero tais situações. Esse DOCUMENTÁRIO, não são verdadeiras as senas, mesmo por que trata-se de Cristãos, documentando os fatos, com a intensão de prover meios para o Desenvolvimento dessas etnias. O Direito a Vida é de Todos! Meu respeito aos atores desse vídeo. Por ano são gastos milhões em publicidade para a saúde e o combate a crimes para população em geral, nada contra em promover este documentário.

Data: 25/10/2013

De: eu

Assunto: para o governo

alguém manda esse vide-o para a Dilma.a sei que não/ vai adiantar porque o que ela fez com o pessoal da suia......quero que todos vata nela dinovo ta bom pessoal

Data: 25/10/2013

De: Sou da Paz

Assunto: Re:para o governo

HIPOCRISIA!

Os fatos da SUIÁ foram sem dúvidas muito tristes, e ocorreram de forma ilícita, e impositora. O povo de SUIÁ não merecia o que ouve. No entanto, não há relação nenhuma desse documentário, com a ETNIA referente. Deixo claro, não voto da DILMA.

Data: 24/10/2013

De: Gilberto Vieira

Assunto: Valeu José Rezende

Agradecendo sua colaboração ao esclarecer que, na verdade, o vídeo da Hakani não passou de uma grande farsa vinculada a defesa de um projeto de lei de um deputado fundamentalista e de entidades que querem manter a velha prática de condenar tudo o que não está de acordo com a "sua" bíblia (assim, minúsculo mesmo). As crianças que participaram da encenação não receberam o cache prometido, que era para fotos (não para vídeos). Seus pais denunciaram no MPF de Rondônia. Além disso, e pior, o povo ao qual pertence as crianças creem que se alguém encena uma morte está morto. E agora, vão para a ATINI??? Preconceitos e Pré-conceitos continuam sendo motivadores das violências contra os povos indígenas. Quem as divulga também são, ao meu ver, criminosas. já há ações na justiça contra rádios e jornais (inclusive digitais) que vincularam estas falsas notícias e o falso vídeo.

Data: 24/10/2013

De: KALIXTO GUIMARAES

Assunto: BRASIL SEM LEI SEM SOBERANIA

O ESTADO BRASILEIRO É RESPONSÁVEL POR ESTES CRIMES!
Ministério da Justiça, Supremo Tribunal de Justiça, Congresso Nacional, o Presidente da Republica, mais a caterva de antropólogos brasileiros da ABA, FUNAI, são todos cúmplice dessa bestialidade humana que faz do Brasil, um País desclassificado e tão desrespeitado perante a comunidade internacional. Não temos Leis e nem Soberania! Somos ainda uma colônia do quintos dos infernos onde impera a barbárie e a degradação do mundo primitivo. O Estado Brasileiro é responsável por estes infanticídios tribais, por aceitar covardemente E SER TÃO SUBMISSO, a dominação da ONU, no gerenciamento da política indigenista sempre em nome do fantasioso conceito da famigerada Declaração Universal dos Direitos dos Povos Indígenas, assinada pelo gabiru Lula.

Data: 24/10/2013

De: Patrocinio de Freitas

Assunto: Re:BRASIL SEM LEI SEM SOBERANIA

É issoai Calixto ! Você tá serto !
Mas tá todo mundo esperando voce dizer o que fez com a grana que pegou da Secretaria de Cultura para fazer um CD ? Cadê o CD ? Ou cadê a grana ?

Data: 24/10/2013

De: Kalixto Guimarães

Assunto: Re:Re:BRASIL SEM LEI SEM SOBERANIA

SENHOR PATROCÍNIO, OBRIGADO PELO O VOSSO APARTE NO MEU COMENTÁRIO SOBRE O VÍDEO POSTADO PELA VANESSA. JÁ QUE TU ME INQUIRAS SOBRE O RECURSO DA CULTURA PARA GRAVAR O MEU CD, VOU LHE RESPONDER "certo" no sentido duplo da palavra, aproveitando ainda a oportunidade, para respeitosamente, corrigir a sua ortografia. MEU CARO AMIGO PATROCÍNIO, COMO O DINHEIRO QUE RECEBI DO PROJETO CULTURAL É ORIUNDO DE UM FUNDO GERADO PELOS IMPOSTOS QUE VOCÊ E OS MILHARES DE CIDADÃOS MATOGROSSENSES PAGAM, DEVO SIM LHE INFORMAR E PRESTAR-LHE AS DEVIDAS EXPLICAÇÕES QUE O MESMO FOI MUITO BEM APLICADO NO DEVIDO PROJETO. TENDO EU AINDA CRÉDITOS A RECEBER DA SEC CULTURA DE MATO GROSSO, PARA QUE EU POSSA FINALIZAR POR COMPLETO O CRONOGRAMA DO MESMO.

Data: 24/10/2013

De: Patrocinio de Freitas

Assunto: Re:Re:Re:BRASIL SEM LEI SEM SOBERANIA

Grande Calixto ! Quem não te conhece que te compra !
Voce não entendeu a ironia do "serto". Mas é bem a sua cara, não entender de nada !
Essa sua explicação do recurso de CD só pode ser uma piada né ???
Voce que gosta tanto da verdade...mas a verdade é uma só: voce torrou a grana toda e não fez o CD...Todo mundo sabe disso. E fica ai dando uma de paladino dos bons costumes e da moral. Nós aqui do Alto conhecemos bem a sua fama !

Novo comentário