14/12/2011 - Operação Caminhão Fantasma prende motorista acusado de furto de fertilizantes em Rondonópolis

 

A Delegacia Especializada Roubos e Furtos (DERF), de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), prendeu na terça-feira (13.12), o motorista Leôncio Pires de Oliveira, 36 anos, indiciado nas investigações da operação “Caminhão Fantasma 3”, deflagrada no dia 24 de novembro deste ano, na região Sul de Mato Grosso, de furtos de fertilizantes de empresas multinacionais e formação de quadrilha.
 
Com a prisão do motorista sobe para sete os presos na operação e 12 indiciados na conclusão do  inquérito policial. O acusado já havia sido  preso no dia 27 de outubro pela DERF com cerca 30 mil quilos de fertilizantes. Na ocasião, Leôncio foi ouvido e liberado, pois o furto não foi confirmado. Mas o veículo e a carga permaneceram apreendidos até a confirmação da subtração mediante de fraude, ocorrida no dia 25 de outubro.
 
O motorista Leôncio foi também indiciado por outra apropriação indébita praticada  contra uma transportadora de Rondonópolis, que teve uma carga de 37 mil quilos de soja em grãos desviada. A carga deveria ter sido descarregadas em Alto Taquari no dia  13 de outubro.
 
Pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), de Primavera do Leste, o motorista é investigado no desvio de 6 cargas de milhos carregadas durante o mês de outubro de 2011, na filial da mesma empresa esmagadora de grãos sediada em Rondonópolis.
 
Segundo delegado Claudinei Lopes, Leôncio foi interrogado, por furto de fertilizantes, recepção de carga, e encaminhado à Cadeia Pública de Rondonópolis.
 
A operação Caminhão Fantasma II prendeu também Sueder Felizarti Lopes, 21, Aloisio Candido de Souza, 23, Anderson Nunes Soares, 24, Bruno Oliveira de Salles, 26, Juciney Martins de Novais, 30, Antonio Rodrigo Silva Souza, 26, todos acusados de furtos de fertilizantes de empresas multinacionais e formação de quadrilha.  As prisões aconteceram no dia 24 de novembro.
A Polícia ainda procura por Odenil Felizarti, 44 anos, proprietário de duas carretas e Daniel Ferreira Lima, 27, agenciador e negociador das cargas furtadas.
 
As investigações iniciaram há dois meses. Motoristas e empregados de uma empresa esmagadora de grãos foram monitorados no período. De acordo com o delegado da DERF, Claudinei Lopes, no último furto, a quadrilha levou aproximadamente 40 toneladas de fertilizantes, mercadoria avaliada em R$ 60 mil.
 
O furto ocorreu no interior de uma esmagadora de grãos de Rondonópolis, no dia 23 de novembro deste ano.  Com ajuda das imagens do sistema de segurança da empresa, os policiais conseguiram identificar o proprietário Odenil e o seu sobrinho e o motorista Sueder, além de localizar a carreta bi-trem com a carga no pátio de um posto de combustíveis, na saída para a cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.
 
A quadrilha havia deixado a carreta estacionada até que fosse emitida uma nota falsa para "esquentar" a carga furtada e assim seguir viagem para o local da receptação.  Odenil e Sueder são suspeitos de outros furtos ocorridos no mês de outubro desse ano de 2011. O primeiro encontra-se foragido e é considerado mentor da quadrilha. Já Sueder foi preso no Distrito Industrial, em Rondonópolis.
 
As diligências apontam que sete furtos foram cometidos pela mesma quadrilha, gerando um prejuízo patrimonial de R$ 420 mil. Porém, a polícia acredita que o valor possa ultrapassar R$ 2 milhões, uma vez que os furtos eram realizados com fraudes e manobras realizadas entre o motorista e empregados, simulando a entrada de documentos e registros.
 
Assessoria/PJC-MT
 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário