15/01/2016 - Secretário diz que vereador 'age na malandragem'

15/01/2016 - Secretário diz que vereador 'age na malandragem'

O secretário de Governo e de Comunicação da Prefeitura de Cuiabá, Kleber Lima, em entrevista ao jornal do Meio Dia da TV Record/Canal 10, emissora do Grupo Gazeta de Comunicação, acusou o vereador Renilvaldo Nascimento (PDT) de usar o reajuste de 9,93% sobre a revisão da planta genérica autorizada pelo prefeito Mauro Mendes (PSB) por meio de decreto, para fazer politicagem.

O vereador alega que o reajuste irá aumentar o valor do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Renivaldo disse ainda que a prefeitura não fez gestão e agora, quer tirar dinheiro da população.

"O vereador falou bobagem, ele como um fiscal da Sefaz deveria falar a verdade sobre a planta genérica e ainda, a Câmara Municipal não se recusou a votar a mensagem do prefeito, simplesmente não apreciou uma questão que está no código tributário onde diz que ha cada três anos é necessário refazer uma atualização da planta", disse o secretário que citou como exemplo, atualmente o imposto é cobrado de uma casa que custa R$ 300 mil, mas, na verdade, o imóvel é avaliada em R$ 600 mil do valor venal, porém, não de mercado.

Kleber continuou ainda dizendo que o vereador estaria prestando um desserviço quando faz demagogia. "Um ato imbecil e eleitoreiro. O Renivaldo tem obrigação de fazer um debate honesto. Ele fala malandramente que houve reajuste de 10% no IPTU e não houve, foi reposição das perdas inflacionárias, assim como a prefeitura tem que repor estas perdas nos salários dos servidores", explica o secretário.

Por fim, Lima pontua que o IPTU deste ano será parcelado em até 8 vezes e ainda, o desconto para quem tiver com o pagamento do imposto em dia, terá um desconto de 12%. Ele também citou que aqueles que possuir imóveis no valor de até R$ 27 mil terão isenção.

 

 

Fernanda Leite, repórter do GD