15/01/2016 - Professor ensina como escolher o curso no Sisu

15/01/2016 - Professor ensina como escolher o curso no Sisu

Hoje (14) é o último dia para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O sistema receberá inscrições até as 22h59, no horário de Mato Grosso. Lembrando que o horário de Brasília é uma hora a mais.

 

O resultado da chamada regular será divulgado no dia 18 de janeiro. Os selecionados deverão fazer a matrícula nas instituições nos dias 22, 25 e 26 de janeiro. Assim como na edição anterior, só haverá uma chamada regular.

 

Quem não foi selecionado ou foi selecionado apenas para a segunda opção de curso pode aderir à lista de espera que estará disponível na página do Sisu na internet de 18 a 29 de janeiro.

 

O professor de um cursinho particular de Cuiabá, Luis Carlos Alcântara, informa que os estudantes devem conhecer os termos de adesão de cada universidade ao Sisu. Além disso é preciso que os estudantes estudem os pesos de cada área do conhecimento. "É preciso estudar os pesos das notas de conhecimento, porque são eles que irão aumentar a sua nota na hora do corte".

 

Luis destaca que hoje é o último dia que os candidatos têm acesso às últimas notas de corte, que são as menores para ficar entre os potencialmente selecionados para o curso. A nota de corte é calculada com base no número de vagas disponíveis e no total de candidatos inscritos para aquele curso. "O candidato que já fez a inscrição poderá consultar também, pela última vez, a própria classificação parcial na opção de curso escolhido".

 

Outra dica que o professor dá é para os alunos não se inscreverem para curso com notas suficientes para a primeira opção, que não seja de seu interesse."A decisão da escolha de uma profissão tem que ser bem pensada, porque depois de escolhida não tem como desistir. Portanto é melhor conversar com os pais e professores para tirar todas as dúvidas antes de decidir", alerta.

 

Desse mal o candidato Vitor Hugo Alencar, 22, sabe muito bem, o que é escolher um curso somente para entrar na faculdade. Ele afirma que no ano passado decidiu pelo curso de agronomia, porque a sua pontuação dava direito a uma vaga no curso.

 

"Ao longo de 4 meses descobri que não era aquilo que eu queria. Então desisti da faculdade e me inscrevi novamente para o Enem. Agora estou no caminho certo, porque quero fazer medicina veterinária, espero passar no Sisu".

 

O professor aproveita para dizer que os candidatos devem observar as mudanças de corte diariamente, porque o Sisu é semelhante a uma loteria. O aluno tem que calcular as estatísticas em relação ao número de vagas, para saber se tem condições de ser classificado para o curso escolhido.

 

"As vezes o estudante está perto de entrar na lista de aprovados, mas o curso oferece só 20 vagas. Não compensa ele gastar a sua inscrição em algo que parece tão distante. É melhor se inscrever consciente no curso que realmente deseja", comentou o especialista. 

 

 

 

Soraya Medeiros, repórter do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário