15/02/2013 - Após publicação ofensiva, secretário é chamado de doente mental

Um post publicado pelo secretário municipal de Meio Ambiente de Rondonópolis, Lindomar Alves, em seu feed de notícias do Facebook foi assunto na sessão ordinária da Câmara de Vereadores na quinta feira (14). A forma de como o secretário referiu a pessoas que jogam lixo em lugares sem devido conhecimento gerou repúdio de alguns parlamentares.

Em sua publicação com data da última de terça-feira de carnaval (12), o secretário fotografou um dos ‘Eco Pontos’ da cidade, localizado na Avenida Goiânia, que está desativado e reclamou a prática de algumas pessoas que ainda despejam lixo no local. Dividido em dois posts, Lindomar chamou os praticantes de “animais de duas pernas” e o local de pocilga, além de avisar que quem for pego jogando resíduos no lugar será punido. “Ah se vai...”, ameaçou.

O vereador Roni Magnani (PP) não gostou da atitude do servidor e levou o caso para discussão. De acordo com ele, o secretário teria ofendido os moradores que moram na referida região quando chamou o local de “pocilga”. O parlamentar afirmou que foi procurado por residentes que reprovaram a postura do secretário.

Indignado com as expressões usadas por Lindomar, o vereador Lorisvaldo Manoel de Oliveira, “Fulô” (PMDB) foi ofensivo em suas palavras durante o uso da tribuna. Fulô agrediu o servidor o chamando de doente mental e ainda sugeriu que procurasse por tratamento. 

“Olha que este é um servidor do município. É secretário de meio ambiente e deveria estar tratando as pessoas com respeito e não chamando um e outro de porco. Sinceramente eu acho que ele tem problema mental e deve procurar por tratamento se não logo precisará usar camisa de força”, ironizou.

No final de sua fala o parlamentar se preocupou em dizer que seu discurso não seria críticas para prejudicar o secretário. “Não to falando isso para que ele seja dispensado não. To falando o que eu acho e acredito que um servidor tem que respeitar a população”, finalizou.

 

De Rondonópolis - Giselle Saldanha

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário