15/02/2013 - Ministro admite que despejo em Maraiwatsede teve colaboração decisiva da CNBB

O ministro-chefe da Secretaria Geral de Governo da Presidência da República, Gilberto Carvalho, afirmou que a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) teve participação decisiva na desocupação na gleba Suiá Missú, ocorrida em dezembro passado.

Durante o lançamento da Campanha da Fraternidade 2013, nesta quarta-feira (13), em Brasília, que terá a juventude como tema principal, o ministro destacou as boas relações entre o governo e a entidade maxima da Igreja Católica no Brasil.

E trouxe como exemplo das boas relações entre a CNBB e o governo federal o episódio da reintegração de posse da reserva indígena Maraiwatsede, na região do Araguaia.

“A reintegração em Maraiwatsede ocorreu graças à intervenção profética de dom Leonardo (Steiner) e de outros membros da CNBB, o que demonstra suas estreitas relações com o governo”, disse Gilberto Carvalho.

A manifestação ocorreu diante de uma platéia formada por representantes de comunidades indígenas do Distrito Federal, de jovens ligados à Pastoral da Juventude, além de membros da CNBB e jornalistas.

Dom Leonardo Steiner é o secretário geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil e foi bispo em São Félix do Araguaia. Segundo Gilberto Carvalho, teve participação efetiva na negociação para a desocupação da área que era ocupada por centenas de famílias da gleba Suiá Missú.

Beneficiados com a desocupação pelos não índios, os xavantes devem ocupar a reserva a partir de fevereiro. Esse é o prazo estipulado pelos técnicos da FUNAI para que os índios comecem a ocupar a Marãiwatsédé. Até o fim de janeiro o clma ainda era tenso entre produtores e alguns índios por causa do fim da gleba Suiá Missu e a ocupação dos índios deve prosseguir cercada de todas as atenções.

 

De Brasília - Vinícius Tavares

COMENTÁRIOS

Data: 20/02/2013

De: XAVANTE FELIZ

Assunto: desintrusão

tá chorando pq seu marido corrupto perdeu terras lá... perdeu a prefeitura e a terra da Bordon...rsrsrs... Deus é justo.

Data: 16/02/2013

De: keila silva

Assunto: ksilva@hotmail.com

isso que gilberto carvalho faou nos ex-trabalhadores e ex-moradores do post ada mata ja savia. POIS FOI BISPO QUE CASALDALIGA E OUTRO QUE FEZ FRAUDE E TEM PODER PRA PRECIONARO GOVERNO E O MINISTRO PRA FAZER TAMANHA INJUSTIÇA, POR CAUDA DO MENOS DE 500 INDIOS , DEIXA MAIS DE 7 MIL FAMILIAS E POVOADO DE 2 MILPESSOAS SEMCASA .SEM COMIDA E SEM DIGNIDADE, ESSE É BRASIL CARINHO DA DILMA EGILBERTO CARVALHO. ALIAS O PROBLEMA DA SUIA MISSU COMEÇOU AGORA, O POVO VIVE DE CESTA BASICA DADO PELA IGREJA ASSEBEIA DE DEUS, AO CONTRARIO , A IGREJA CATOLICA QUER QUE POVO SE EXPLODA. TA VIMOS O PAPA RENUNCIANDO. A IGREJA CATOLICA E MERCENARIO CAPITALISTA E LATIFUNDIARRIO, NAO TA NEM PRA INDIO, INERE E SO ECONOMICA.

Data: 15/02/2013

De: Luznayara

Assunto: suiá missu

eu sei que aos olhos de grande parte das pessoas, este fato já se esgotou, mas aos olhos das centenas de pessoas que ainda estão desabrigadas, esse lembrança será realidade ainda por muito tempo e é por isso que insisto para que as notícias sobre esse assunto persistam na mídia, para que todos se lembrem da história que no meu ponto de vista é uma das vergonhas nacionais, da humanidade, justamente porque de humanitário este fato não tem nada e com uma publicação dessa do Ministro, a respeito da posição da Igreja católica, como se vangloriando do resultado, só me deixa envergonhada e triste, por confirmar a incapacidade que nossas lideranças tem em relação à solidariedade, respeito ao próximo e outros sentimentos tão propagados pelo governo PT e pela Igreja Católica. Até acredito que seja injusto colocar a responsabilidade desses atos na abrangencia geral da Igreja Católica, pois penso que são alguns líderes que pensam e agem assim, mas são os líderes e deles dependemos, portanto a Instituição tem que ser responsabilizada sim. Fico pensando se seria por essas e outras que o Papa teria desistido??!!!!....Que vergonha, Deus!!!!
E mais... o Ministro diz que o bom relacionamento entre a Igreja católica e o governo foi imprescindível para a desintrusão...Isso quer dizer que se resolve sobre a vida de milhares de pessoas por amizade? Para realizar um desejo antigo? Pensei que tivessem mais responsabilidade ao tomar esse tipo de decisão. Que desejo é esse que resolve para alguns e não resolve para outros?
Que vergonha! E que Deus possa perdoar tamanha incapacidade de resolver problemas.

Novo comentário