15/04/2015 - Maggi desmente rompimento com governo Dilma

As notícias veiculadas sobre um possível rompimento entre o senador por Mato Grosso, Blairo Maggi (PR) e o governo da presidente Dilma Rousseff foi negado pelo parlamentar, durante uma entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, na última semana.

 

De acordo com Blairo, não concordar com certas coisas, não significam algum rompimento. “Meu posicionamento no Congresso não tem nada a ver, como foi noticiado, com questão de rompimento com Governo. O que estou fazendo é pontuar as coisas com as quais eu, pessoalmente, não concordo e que a grande maioria da população também não concorda”, pontuou.

 

Mesmo estando ao lado da presidente enquanto o período eleitoral se sente no direito de se posicionar quando achar necessário. "Na minha avaliação, estamos em uma situação de crise política e econômica bastante profunda, sendo assim tenho todo direito de pontuar quando as coisas não estão indo bem", ressaltou.

 

Segundo o senador, a presidente Dilma precisa mudar sua postura diante da população, pois é isso que a sociedade vem buscando durante as manifestações de rua.

 

"Penso que a presidente precisa dar demonstrações, precisa de mudança de postura. Em consonância com o que os movimentos de rua falam, e o que a gente ouve também, é que um dos sinais que espera por parte do Executivo é que ele faça corte na própria carne. E as medidas que o governo tomou até agora são de enxugamento de despesa. Mas essas despesas são, na verdade, despesas entre aspas, porque são enxugamentos de investimentos. Então, você corta investimento e retrai mais ainda o processo de crescimento", explicou.

 

 

Por: Aline Brito 
Fonte: Da redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário