15/05/2013 - Americano que viajava a pé para ver Copa no Brasil morre atropelado

Um homem de Seattle, que cumpria o desafio de percorrer 16 mil km até o Brasil com uma bola de futebol nos pés, morreu nesta terça-feira (14/5). A polícia de Lincoln City informou que o americano Richard Swanson, 42 anos, foi atropelado por um caminhão volta das 10h locais enquanto caminhava pela U.S. Highway 101, próximo aos limites da cidade. Ele foi declarado morto no hospital, enquanto que o motorista não foi indiciado.

Swanson promovia o projeto One World Futbol, baseado em Berkeley, que doa bolas de futebol a habitantes de países em desenvolvimento. Ele mantinha um site na Internet no qual informava a sua rota até o Brasil e planejava chegar ao país a tempo de assistir à Copa do Mundo de 2014.

 

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)


"Estamos profundamente tristes por saber da morte de Richard", disse a chefe do projeto, Lisa Traver, em um comunicado. "Ele era um homem muito inspirador que em um período muito pequeno de tempo marcou várias vidas. Nossos pensamentos estão com sua família". A polícia informou que, dos pertences que Palmer carregava, a bola de futebol foi recuperada.

Designer no interior de Seattle e amiga próxima de Swanson, Kristi Schwesinger explicou que o colega trabalhou como investigador privado por muitos anos, tendo mudado de carreira para designer gráfico. Richard havia sido demitido recentemente e procurava uma nova aventura.

 

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)


"Ele estava em um ponto de sua vida no qual tinha criado seus filhos", disse Schwesinger. "Ambos os seus filhos (Devin e Raven) haviam terminado o colegial. Ele não tinha hipoteca e tinha vendido seu apartamento. Ele amava o jogo de futebol e se encontrou com este ótimo projeto, decidindo que esta seria a sua paixão no próximo ano".

Segundo seu site, Richard deixou Seattle em 1º de maio. A viagem a pé levaria mais de um ano para ser conclusa e passaria por 11 países até chegar a São Paulo, onde a Copa do Mundo será aberta em 12 de junho de 2014.

Richard publicava fotos e histórias sobre a viagem em uma página no Facebook. De acordo com Schwesinger, seus amigos estudam a possibilidade de criar uma fundação em memória de Swanson e de mandar os filhos ao Brasil para assistir à Copa do Mundo.

 

Fonte: Mais Goias

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário