15/05/2016 - Pressão do PMDB por cargos 'cheirava mal', diz FHC em novo livro de diário

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ficou incomodado com as pressões que o PMDB fez para ocupar cargos em seu governo, de acordo com novos trechos dos diários que o líder tucano manteve no período em que governou o país e que foram divulgados neste sábado (14) pela revista "Veja".

 

Numa anotação feita em abril de 1997, Fernando Henrique conta que o então líder do PMDB na Câmara, Geddel Vieira Lima (BA), ameaçou negar apoio ao governo no Congresso se o partido não obtivesse a indicação do deputado Eliseu Padilha (RS) para o Ministério dos Transportes.

 

A ameaça teria sido feita ao então ministro das Comunicações, Sérgio Motta, um dos principais articuladores políticos de FHC, durante uma festa na casa do então deputado e hoje presidente interino Michel Temer.

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário